Mais uma vez, a missão Crew-3, que seria lançada na madrugada desta quarta-feira (3) rumo à Estação Espacial Internacional (ISS), foi adiada. Devido a um “pequeno problema médico” ela agora está programada para as 0h36 do próximo sábado, 7 (horário de Brasília).

Originalmente, o lançamento deveria ter ocorrido no último domingo (31/10), saindo do Centro Espacial John F. Kennedy, na Flórida, mas a primeira tentativa foi adiada devido ao mau tempo. O objetivo da missão é levar quatro astronautas à estação a bordo de uma cápsula Crew Dragon – recentemente batizada Endurance – além de alguns suprimentos extras como comida, combustível e material para estudos científicos.

publicidade

Leia também

A missão Crew-3 é comandada pelo norte-americano Tom Marshburn e levará ao espaço outros dois astronautas da Nasa, Raja Chari e Kayla Barron, além do alemão Matthias Maurer, da Agência Espacial Europeia (ESA). A Nasa não detalhou a natureza do problema médico, nem tampouco informou qual dos quatro tripulantes foi afetado por ele. Entretanto, a agência espacial assegurou não ter nenhuma relação com a Covid-19 – por isso o adiamento ser de apenas quatro dias.

Na Crew-3 a SpaceX irá estrear uma nova cápsula Crew Dragon, a terceira em sua frota. Se bem-sucedida, ela marcará o 129º voo de um foguete Falcon 9 e a 93ª recuperação de seu primeiro estágio.

Durante um período muito breve, os quatro “novos inquilinos” da ISS encontrarão seus predecessores da Crew-2: Shane Kimbrough, Megan McArthur, Akihiko Hoshide da JAXA (Agência de Exploração Aeroespacial do Japão) e o astronauta Thomas Pesquet da ESA. Mas o encontro não deve durar muito tempo – eles voltarão à Terra ainda no início de novembro.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!