Na China, uma fábrica inteligente de veículos da empresa chinesa Luyuan afirma que pode produzir uma motocicleta elétrica a cada 30 segundos. Além desse tempo ultra-rápido de produção, a empresa informa que o erro de precisão do chassi de cada unidade é inferior a 0,5 mm.

Com uma capacidade anual estimada de 1,5 milhão de unidades, a instalação da Luyuan já conta com cinco das dez linhas de produção automáticas previstas para realizar as tarefas de pré-montagem ao mesmo tempo.

publicidade

Um grandioso projeto chinês

A fábrica inteligente está localizada no grandioso projeto chinês de desenvolvimento de EVs chamado Base de Produção de Veículos Elétricos de Nova Energia China-ASEAN, instalado na cidade de Guigang, na região autônoma de Guangxi, fronteira com o Vietnã.

Esse projeto planeja reunir nada menos que 100 empresas de EVs, com o objetivo de produzir quatro milhões de veículos elétricos de duas rodas, 500 mil veículos de três rodas e cinco milhões de conjuntos de peças sobressalentes por ano. A nova base de produção possui ao todo cerca de 6.667 quilômetros quadrados de extensão.

A instalação da fábrica inteligente da Luyuan ocupa no local mais de 172 mil metros quadrados, tendo sido construída em menos de um ano (entre dezembro/2020 a setembro/2021). Ela é uma das 50 primeiras empresas que, segundo as autoridades chinesas, já iniciaram suas operações na nova base.

Motocicleta elétrica M01 de 2.000 W, um dos modelos produzidos pela Luyuan
Motocicleta elétrica M01 de 2.000 W, um dos modelos produzidos pela Luyuan – Imagem: Divulgação/Luyuan

Para a produção de uma motocicleta elétrica a cada 30 segundos, a fábrica inteligente conta com o corte, dobra e solda automáticos, monitorados com sistemas avançados de gerenciamento dos processos produtivos. A Luyuan afirmou que já existem 60 robôs de soldadura funcionando em sua fábrica em Guigang.

Robôs na fábrica inteligente da Luyuan em Guigang montando produtos. Existem 60 robôs de soldagem na fábrica agora - Imagem: Reprodução/Asianet
Robôs na fábrica inteligente da Luyuan em Guigang montando produtos. Existem 60 robôs de soldagem na fábrica agora – Imagem: Reprodução/Asianet

Por meio da produção inteligente e digital na fábrica, a conectividade de informações em tempo real e o processamento automático foram alcançados em processos-chave. Por exemplo, na fabricação de estruturas, revestimento de peças de ferro e plástico, fabricação de motores e montagem de motocicletas inteiras.

Além disso, o equipamento de produção da fábrica está baseado na Internet das Coisas (IoT), o que pode não apenas melhorar a eficiência, mas também reduzir os custos de mão-de-obra. Apesar de tudo isso, a Luyuan não pretende se tornar uma marca internacional, a princípio, se concentrando mais em se tornar uma líder no sul da China.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal.