Em 2022, o SUV crossover Nissan Ariya chega aos Estados Unidos com um ano de atraso na esteira do popular hatch elétrico Leaf. Brecado nos EUA em razão da pandemia de Covid-19 e ainda sem previsão de lançamento no Brasil, o modelo tem sido visto como o tour de force para a recuperação econômica da montadora japonesa nos próximos anos.

A Nissan, vale lembrar, foi uma das montadoras que mais sentiram a crise do coronavírus no ano passado. No último trimestre de 2020, por exemplo, a marca japonesa registrou um prejuízo de cerca de US$ 420 milhões (à época cerca de R$ 2,4 bi). Além disso, a empresa teve que lidar com as consequências da prisão de Carlos Ghosn, seu ex-CEO. Acusado em 2018 de subnotificação de renda e apropriação indébita dos fundos da Nissan, o empresário foi libertado sob fiança em abril do ano seguinte, mas fugiu do Japão, escondido em um case de violoncelo, para o Líbano, e agora está sob a mira da Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal, na sigla em inglês).

publicidade

Tudo isso, definitivamente, não fez grandes coisas pela reputação da Nissan, que tenta se ajustar ao contexto desfavorável com novos acréscimos ao seu portfólio. É neste panorama tenebroso que se encaixa o novo Ariya, que chega aos EUA em quatro acabamentos: o mais barato, Venture+, saindo por US$ 47.125 (em torno de R$ 260 mil, pela cotação desta quarta-feira), e o mais salgado, Platinum+, custando cerca de US$ 60.125 (em torno de R$ 332,5 mil).

Nissan Ariya
O Ariya também é um dos primeiros automóveis da Nissan a serem construídos na plataforma CMF-EV, que também será a base do crossover substituto do Leaf no futuro (Wikimedia/CC)

Autonomia varia de 427 a 482 km

Todas as versões do Nissan Ariya estão chegando às concessionárias dos EUA com uma bateria de 87 kWh que alimenta um motor elétrico dianteiro com 217 cavalos de potência e 30,5 kgfm de torque. O modelo também é construído sob a base CMF-EV, que será a mesma plataforma do substituto do Leaf a partir de 2025.

A Venture+, configuração mais barata, conta com uma autonomia de 482 quilômetros, enquanto as intermediárias Evolve+ e Premiere possuem alcance de 459 km e a avançada, Platinum+, de 427 km.

Nesta versão mais cara, o consumidor conta com uma configuração de motor duplo, que confere tração integral ao automóvel e acréscimo de 177 cavalos na potência. Outras vantagens da Platinum+ incluem um volante com recurso telescópico motorizado e uma porta traseira que é ativada por movimento.

A Nissan já está aceitando reservas para o Ariya em seu site oficial. As entregas começarão pelos modelos mais baratos, enquanto a configuração Platinum+ estará disponível no “final do outono” do Hemisfério Norte, isto é, fim de novembro e início de dezembro deste ano.

Via The Drive

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!