Anunciado em 2020, o recurso Instagram Badges (Selos, em tradução livre), até então disponível para uma base selecionada de perfis para testes, agora passou a ter abrangência mais ampla na plataforma. Ainda assim, nem todas as contas terão acesso à ferramenta.

Página do Instagram Business explica o funcionamento do novo recurso de monetização para criadores de conteúdo. Imagem: Divulgação Instagram Business

Isso porque o Instagram Badges é um recurso restrito às contas comerciais ou de criadores, pertencentes a maiores de 18 anos e que tenham mais de 10 mil seguidores. A ferramenta está em funcionamento, por enquanto, somente nos EUA. 

publicidade

De acordo com a Meta, a novidade consiste em ajudar criadores de conteúdo a lucrar com o aplicativo, por meio de selos que permitem que as pessoas demonstrem apoio ao seu criador favorito durante uma transmissão ao vivo. Além disso, o recurso também permite maior envolvimento entre os criadores e seus seguidores.

Leia mais:

Selos do Instagram Badges são pagos

Ainda segundo a empresa, os seguidores poderão adquirir os distintivos durante as lives do criador, pagando a taxa correspondente ao nível de envolvimento desejado. Os preços são de US$0,99 para um coração, US$1,99 para dois corações e US$4,99 para três corações. A arrecadação é revertida para o perfil do influenciador.

No lado direito da imagem acima, é possível ver um exemplo de como os nomes dos pagantes aparecem durante as lives com a quantidade de corações correspondente ao nível adquirido. Imagem: Divulgação Instagram Business

Aqueles que comprarem os selos terão maior visibilidade nos vídeos ao vivo, de acordo com a quantidade de corações ao lado de seus respectivos nomes. Assim, suas perguntas ou comentários no chat da live ficarão em destaque.

Outra vantagem oferecida aos pagantes é que seus perfis ficarão em uma lista visível para o streamer por até 90 dias. Acesse o site do Instagram Business para mais detalhes.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!