Embora seja um entusiasta dos carros elétricos — é co-fundador da Electrified Garage, uma das primeiras oficinas terceirizadas da Tesla nos EUA —, o youtuber Rich Benoit não conseguiu controlar o impulso inventivo ao se deparar com um Model S 2015 inundado na sua oficina. E em vez de reconstruir o automóvel com os componentes originais, o engenheiro, também conhecido pela alcunha de Rich Rebuild, decidiu se livrar da bateria elétrica e instalar no porta-malas do Tesla um velho V8 da Chevrolet. Benoit expôs sua “releitura” durante a feira Sema Show 2021 — o Salão do Automóvel em Las Vegas, no início deste mês.

“Puxei os assentos, retirei toda a eletrônica, todos os assentos, a tela principal, a bateria em si, tudo foi reduzido para ficar apenas com a carcaça do Tesla”, explicou o mecânico, ao canal Vibrant Performance (no vídeo abaixo). “Com a carcaça, o plano original era recolocar os componentes do Tesla, mas decidimos: quer saber? Isso é meio que chato. Quero começar algo novo.”

publicidade

Assim, Benoit começou sua epopeia. Proprietário de um Corvette Z06, o primeiro detalhe que pensou foi instalar um motor LS3 de 6,2 litros, um câmbio manual TR 6060 de seis velocidades, uma traseira e várias outras peças de um Camaro SS de quinta geração.

Para possibilitar a substituição, foi necessário modificar o chassi de alumínio do Model S. Basicamente, cortá-lo ao meio para instalar um túnel de transmissão do zero e dar espaço para encaixar o motor V8 e a traseira no Tesla. O trabalho inteiro durou seis meses.

Motor V8 do Chevrolet no Tesla Model S
Motor V8 da Chevrolet acoplado ao porta-malas do Tesla (Vibrant Performance TV/Reprodução/YouTube)

Versão com motor supercomprimido nos planos

A fiação elétrica também teve que ser 100% refeita. Isso porque Benoit teve que encaixar o hardware do Camaro no Tesla e fazê-lo funcionar; além disso, peças para escapamento, freio e sistemas de suspensão a ar foram montados no chassi. Algumas peças de fábrica, incluindo bancos, painel, sistema de controle de temperatura e telas, foram mantidas, mas o console central foi alterado para receber um shifter sequencial em vez do câmbio automático.

Por causa das extensas modificações num período de tempo relativamente curto, o V8 adaptado ao Tesla permanece em sua configuração original de 426 cavalos. No entanto, Rich afirma que o plano é trocá-lo por uma versão com supercompressor e combiná-lo com uma traseira maior.

Via Auto Evolution

Imagem: Rich Rebuild/Reprodução/YouTube

Leia mais:

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!