Depois de receber uma multa em valor recorde de € 225 milhões (algo na faixa de R$ 1,3 bi em conversão direta) pelo órgão de proteção de dados irlandês, o WhatsApp atualizou sua política de privacidade na Europa e no Reino Unido. Apesar disso, a plataforma garante que o serviço permanece exatamente o mesmo.

As novas regras explicam melhor algumas práticas do aplicativo e só vão ser exibidas na região. Para o resto do mundo, a política permanece a mesma. As alterações devem começar na Europa já nesta semana.

publicidade

“Não há mudanças em nossos processos ou acordos contratuais com os usuários, e os usuários não serão obrigados a concordar com nada ou tomar qualquer ação para continuar usando o WhatsApp”, explica o anúncio sobre a nova política.

Leia mais:

WhatsApp muda política de privacidade

O WhatsApp recebeu uma multa após violar regras de privacidade da UE. A decisão diz que a plataforma do Facebook não foi clara com os cidadãos sobre como compartilha as informações pessoais dos usuários com a empresa matriz.

Em 2018, o Regulamento Geral de Proteção de Dados da Europa (GDPR) entrou em vigor, a medida rege como as empresas de tecnologia coletam e usam dados na UE. O mensageiro do Facebook foi uma das primeiras plataformas a ser atingida com decisões judiciais pela regra.

A multa é a segunda mais alta aplicada em uma empresa de internet por conta da GDPR. Em julho deste ano, a Amazon foi multada em um recorde de US $ 887 milhões por violar as leis de privacidade da UE.

Via BBC

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!