A erupção do vulcão Semeru, na ilha de Java, na Indonésia, causou a morte de 14 pessoas e deixou 7 desaparecidos até a manhã deste domingo (5). De acordo com Abdul Muhari, porta-voz da Agência de Mitigação de Desastres do país, duas vítimas foram identificadas.

Entre as 98 pessoas feridas, 57 estão hospitalizadas, com 16 em estado grave. Duas mulheres grávidas ficaram feridas. Do total, 35 pessoas foram levadas para os hospitais locais devido a queimaduras. Outras 902 pessoas foram evacuadas da região.

publicidade

Leia mais:

A Indonésia possui mais de 270 milhões de habitantes e está localizada ao longo do “Anel de Fogo” do Oceano Pacífico, região propensa a terremotos e atividades vulcânicas.

Imagens nas redes sociais mostram o estrago causado pelo vulcão Semeru:

Tesmpestade e chuva causaram erupção

Segundo Eko Budi Lelono, chefe do centro de pesquisa geológica da Indonésia, a erupção do vulcão mais alto do país (3.676 metros de altura) foi causada por uma tempestade e dias de chuva, que derrubaram a cúpula de lava no topo do monte.

Lelono informou que o Semeru expeliu grossas colunas de cinzas a mais de 12 mil metros de altura, e que os fluxos de gases e lava escaldantes desceram até 800 metros até um rio próximo.

“De repente, tudo escureceu, a tarde clara se transformou em noite. Um som estrondoso e calor nos forçaram a correr para a mesquita. Foi uma erupção muito mais forte do que em janeiro”, disse Fatmah, moradora da ilha de Java.

O Ministério dos Transportes da Indonésia emitiu um aviso no sábado (4) para que companhias aéreas evitassem rotas perto do Semeru, informou o porta-voz Adita Irawati.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!