A Nova Zelândia pretende não ter mais fumantes no futuro e para isso está adotando uma iniciativa ousada de proibir que as novas gerações comprem cigarro. A lei, que deverá entrar em vigor apenas em 2027, prevê a proibição da compra para quem tiver 14 anos ou menos. A cada ano, essa idade vai aumentando, criando uma geração inteira de pessoas proibidas de fumar.

Apesar disso, a evolução deve ser bem lenta. A previsão é que, em 2077, todas as pessoas com menos de 60 anos estejam proibidas de comprar cigarros. A proposta do governo ainda precisa ser aprovada no parlamento, a expectativa é de que a votação ocorra até o fim de 2022.

publicidade

“Queremos garantir que as pessoas jovens nunca comecem a fumar, e vamos tornar a venda ou fornecimento de produtos de tabaco às novas gerações um ato ilegal”, explicou Ayesha Verrall, ministra associada da Saúde na Nova Zelândia.

Cigarro proibido 

O governo diz que as campanhas para diminuir o consumo de cigarro no país avançam de forma lenta e que precisam ser tomadas iniciativas mais radicais para reduzir o número de fumantes. Pesquisas feitas no país indicam que 96% dos fumantes viciam antes dos 25 anos de idade.

Leia mais:

Lembrando que a venda de cigarros já é proibida para menores de 18 anos na Nova Zelândia. O diferencial dessa medida é que menores de 14 anos vão ser proibidos de adquirir os produtos até o fim de suas vidas quando a regra entrar em vigor. 

Outras medidas, como diminuir o número de empresas autorizadas a vender cigarro e garantir uma redução na quantidade de nicotina desses produtos também devem ser tomadas em paralelo.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!