A mudança no nome corporativo do Facebook para Meta trouxe uma consequência um tanto quanto inesperada para uma usuária do Instagram, que teve sua conta na plataforma com a @metaverse bloqueada. Isso porque a base do novo nome é o “metaverso” (metaverse no original) um conceito que une realidade aumentada e redes sociais. 

Thea-Mai Baumann alega que teve a conta na rede social por mais de 10 anos e no último dia 28 de outubro todo o conteúdo foi excluído e seus dados foram perdidos. A justificativa da plataforma foi “sua conta foi bloqueada por fingir ser outra pessoa”.

publicidade

Esse tipo de bloqueio normalmente ocorre com perfis que se passam por famosos ou celebridades e fingem ser essa pessoa. Baumann disse que tentou verificar sua identidade com o Instagram nas semanas seguintes, mas não obteve resposta.

Conta metaverse apagada do Instagram

“Este relato é uma década da minha vida e do meu trabalho. Eu não queria que minha contribuição para o metaverso fosse apagada da internet”, disse a australiana, que atua como artista e tecnóloga, em entrevista ao New York Times.

Leia também!

A usuária ainda disse que criou sua conta em 2012 e utilizada profissionalmente, para divulgar suas artes e a empresa de realidade aumentada criada por ela, com o nome de Metaverse Makeovers.

O fim da história, pelo menos por enquanto, parece ter sido feliz. Após o jornal entrar em contato com a empresa, Baumann teve sua conta com a @metaverse recuperada. A Meta ainda pediu desculpas por ter removido o perfil indevidamente. 

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!