Um jato executivo modelo EMB-500 (Phenom 100), fabricado pela Embraer e de propriedade da distribuidora de medicamentos Dimed S.A., caiu em um barranco durante uma manobra de pouso. O acidente ocorreu no aeroporto Luís Alberto Lehr, na cidade de Santa Rosa, noroeste do Rio Grande do Sul, após o piloto não conseguir parar a aeronave, derrapar e sair da pista.

Quatro pessoas estavam a bordo do jato de pequeno porte, da categoria Very Light Jet (VLJ), incluindo o piloto. Ninguém ficou ferido, havendo apenas danos materiais. Confira o momento do acidente:

publicidade

Jato já foi retirado do local

A Defesa Civil local isolou a área e a polícia ambiental iniciou procedimentos para verificar vazamento de combustível. A aeronave utiliza dois Pratt & Whitney Canada PW617-F turbofan instalados na parte traseira da fuselagem e estava em condições normais de aeronavegabilidade, com manutenção e documentação regulares.

Uma empresa de Santa Rosa foi contratada para remover a aeronave do barranco e usou guindaste para transportá-la até um hangar do aeroporto. O jato que possui capacidade para quatro passageiros na configuração normal – pode levar até seis ou sete passageiros com um único tripulante, assento opcional e toalete com cinto de segurança – passará por perícia a ser realizada pela seguradora.

Profissionais do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) também irão à Santa Rosa para periciar a aeronave. O órgão faz parte do Comando da Aeronáutica e é responsável pelas atividades de investigação de acidentes aeronáuticos da aviação civil e da Força Aérea Brasileira.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal.