A Volvo Cars Corporation informou que um de seus repositórios de arquivos foi acessado ilegalmente por terceiros em um ataque hacker. As investigações confirmaram que uma parte limitada da propriedade de P&D da empresa sueca foi roubada durante a invasão.

Após detectar o acesso não autorizado ao seu sistema, a empresa imediatamente implementou contra-medidas de segurança, incluindo meios para impedir o acesso adicional à sua propriedade, e notificou as autoridades competentes. Segundo a empresa, o incidente deve impactar suas operações.

publicidade

A Volvo está conduzindo sua própria investigação e trabalhando com especialistas terceirizados para investigar o roubo de propriedade. Além disso, a montadora alegou não ter evidências de que o incidente tenha afetado a segurança dos carros de seus clientes ou de seus dados pessoais.

Grupo de ransomware assume ataque hacker

No final do mês de novembro, o grupo de hackers Snatch, especializado em roubo e extorsão de dados, publicou na dark web a realização de uma invasão ao site da Volvo e de outras vítimas. Em sua publicação, os invasores inseriram capturas de tela de dados supostamente roubados (cerca de 35,9 MB). O anúncio da Volvo informando o acesso ilegal ocorreu dias após o ataque informado pelo grupo de ransomware.

Os arquivos vazados incluíam o código-fonte de vários aplicativos internos da Volvo e componentes de firmware, a maioria escritos em Python. Um porta-voz do Snatch disse que o grupo não deve insistir em negociações, mas pode vazar os dados se a empresa “falhar em se proteger de forma inteligente e abrangente contra o vazamento”.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal.