Nesta quarta-feira (22), um grande satélite de comunicações comerciais altamente avançado vai decolar no topo de um foguete Mitsubishi Heavy Industries H-2A, do Centro Espacial de Tanegashima, no Japão, a partir das 9h33 EST (11h33, pelo horário de Brasília). O lançamento tinha sido originalmente planejado para terça-feira (21), mas as preocupações sobre o possível mau tempo causaram o atraso de um dia.

Satélite Inmarsat I-6F1 visto durante o teste de vácuo térmico em preparação para o lançamento. Imagem: Inmarsat

Chamado Inmarsat-6 F1, o satélite pesa 5.470 kg e é a primeira das duas espaçonaves “I-6” que a Inmarsat planeja elevar para a órbita geoestacionária, cerca de 35,8 mil km acima da superfície de nosso planeta. De acordo com a empresa, o par I-6 “é o maior e mais sofisticado satélite de comunicação comercial já lançado”.

publicidade

Leia mais:

Foguete H-2A é o principal lançador do Japão

Segundo o site Space, a operadora de satélites vai transmitir o lançamento ao vivo em seu canal no YouTube.

“Primeiros satélites de carga útil dupla da Inmarsat, os I-6s apresentam cargas úteis de banda L (ELERA) e banda Ka (Global Xpress)”, revela o informativo da operadora, que diz também que os satélites I-6 serão compatíveis com os terminais existentes para as redes ELERA e Global Xpress já operacionais da Inmarsat.

O H-2A é o principal lançador de médio porte do Japão. O foguete dispensável (sem reuso) enviou muitas cargas úteis proeminentes ao céu ao longo dos anos, incluindo a missão de retorno de amostra do asteroide Hayabusa2, em 2014, e o orbitador Hope Mars dos Emirados Árabes Unidos, em 2020.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!