No longínquo ano de 1998, há 23 anos, a Nintendo lançou o videogame portátil Game Boy Color. Naquela época, a internet não era o que conhecemos hoje, tão amplamente acessada. E foi por pouco que a companhia não começou a popularização dos videogames com conexão, com um acessório chamado Page Boy.

O canal Did You Know Gaming, no YouTube, revelou que a peça seria lançada há 20 anos. Na aparência, o Page Boy seria como uma mochila nas costas do Game Boy Color. Ele permitiria que os donos do console realizassem buscas na internet, checassem e-mails e até mandasse fotos com a câmera do Game Boy. Imagine enviar selfies no começo dos anos 2000?

publicidade

Leia mais:

O vídeo, do historiador de games, pesquisador e jornalista Liam Robertson, mostra o desenvolvimento do acessório, até a desistência do lançamento. O Page Boy usaria tecnologia de transmissão via rádio e também seria possível ler notícias, revistas de jogos, checar resultados esportivos, previsão do tempo e até, de modo ambicioso, ver televisão ao vivo.

O tipo de conexão via rádio já era usada antigamente pelos bipes (ou pagers, para os mais puristas), dispositivo popular nos anos 1980 e 1990 para mandar mensagens curtas. Quem é mais jovem e não lembra pode ver um bipe ser usado no filme ‘Capitã Marvel’. É por causa dele, até, que o Page Boy recebeu esse nome.

Os responsáveis pela Nintendo nos Estados Unidos até gostaram da ideia do acessório para o Game Boy Color. Mas a transmissão por rádio ainda era limitada e a empresa queria conectar jogadores do mundo todo. Assim, em julho de 2002, a companhia de videogames se viu obrigada a cancelar o projeto.

Via: Bleeding Cool / Kotaku

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!