Não que exista uma contagem oficial sobre esse assunto, mas diversos canais online anotam a realização de vários lançamentos ao espaço no instante em que eles ocorrem. Com base nessas informações, chegou-se à conclusão que, em 2021, a humanidade lançou mais foguetes que em qualquer outro ano da história, superando 1967 – agora no segundo lugar.

De acordo com o Space Launch Report, em 2021 nós realizamos 144 lançamentos, dos quais 133 foram bem sucedidos. Por “lançamentos”, vale o entendimento generalizado da palavra: um foguete sair da Terra, seja para entregar um satélite de internet na baixa órbita ou enviar um telescópio espacial para Segundo Ponto de La Grange.

publicidade

Leia também

O lançamento de um foguete Falcon 9, pela SpaceX: em 2021, nós realizamos mais lançamentos de foguetes do que em qualquer outro ano na história
O lançamento de um foguete Falcon 9, pela SpaceX: em 2021, nós realizamos mais lançamentos de foguetes do que em qualquer outro ano na história (Imagem: Joel Kowsky/NASA)

Em 1967, o recorde que superamos no ano passado, foram conduzidos 122 sucessos de 139 lançamentos. O número é mais ou menos destoante do “outro” segundo lugar – 1976 -, onde fizemos menos lançamentos (131), mas tivemos mais sucesso (125).

Os números mostram um forte crescimento da indústria aeroespacial na última década. Entre 2000 e 2010, agências e empresas do ramo normalmente ficavam na média de 70 lançamentos por ano, o que significa que, em 10 anos, esse volume dobrou – cortesia de novas tecnologias que baratearam o processo de desenvolvimento de foguetes, naves e satélites, bem como novos participantes do setor adquirindo proeminência e até executando missões de caráter privado.

Entretanto, o principal fator de crescimento vem da China: o investimento pesado que o governo da nação asiática fez em seu programa espacial começa a mostrar seus resultados. Até meados de 2010, o país fazia menos de 10 lançamentos por ano, ao passo que, em 2021, foram 56 lançamentos, e apenas três falhas.

A tendência é que isso continue em 2022 e além: já falamos aqui sobre como este ano promete ser bem ocupado para a indústria aeroespacial. Alguns destaques de 2022 incluem a estreia da nave orbital Starship, da SpaceX, prevista para (se tudo der certo) março ou abril deste ano. Na verdade, a própria empresa já tem seu primeiro lançamento marcado – um foguete Falcon 9 com satélites da Starlink – para o dia 6 de janeiro.

Especialistas antecipam 150 lançamentos para este ano. Lembrando que, em nenhum dos números divulgados aqui, estão contabilizadas as viagens suborbitais, então não, os “rolês” das empresas de Jeff Bezos, a Blue Origin, e Richard Branson, a Virgin Galactic, não contam.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!