No intervalo entre o Natal e o Ano Novo, a imprensa sul-coreana veiculou uma notícia de que a Hyundai iria encerrar o desenvolvimento de motores a combustão. Ao que parece, no entanto, tudo não passou de um rumor. Poucos dias depois, a montadora desmentiu a informação em nota ao site Motor1, alegando que o grupo trabalha com a produção de um portfólio diversificado para os próximos anos.

“O Hyundai Motor Group pode confirmar que não está interrompendo o desenvolvimento de seus motores após recentes especulações na mídia”, disse Michael Stewart, diretor sênior da divisão americana da Hyundai, ao site. “O grupo vai se dedicar a fornecer um forte portfólio de trens de força para clientes globais, que inclui uma combinação de motores altamente eficientes e motores elétricos com emissões zero.”

publicidade

A notícia veiculada na imprensa coreana surgiu após uma enorme reorganização no departamento de pesquisa e desenvolvimento da Hyundai, que emprega 12 mil pessoas, e onde o futuro do grupo é discutido. De acordo com o jornal Business Korea, a montadora criou um centro de desenvolvimento de baterias e converteu a equipe de desenvolvimento de transmissão em departamento de eletrificação. Sobre esse movimento, a Hyundai ainda não se pronunciou.

Avanço na eletrificação

No presente, como boa parte das montadoras, a Hyundai ainda trabalha com motores a combustão tanto em carros populares como o Santro e o HB20 (aqui no Brasil) quanto em modelos de luxo como o Veloster.

Ao mesmo tempo, avança em seu processo de eletrificação com as versões híbridas dos modelos Tucson, Santa Fe, Elantra e Sonata e o famigerado Ioniq 5. Este compartilha a plataforma E-GMP com o Kia EV6 e o Genesis GV60 — assim como seus modelos sucessores.

Até 2035, a Hyundai também espera vender apenas modelos elétricos na Europa. A medida segue recomendação feita pela União Europeia em julho desse ano, na qual é previsto o banimento de todos os carros a gasolina e diesel no meio da década que vem.

Via The Drive

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!