Satélites capturaram o momento de uma das erupções vulcânicas mais violentas já vistas do espaço. A explosão aconteceu no vulcão Hunga Tonga-Hunga-Ha’apai, no arquipélago de Tonga, no Oceano Pacífico, às 17h30 (horário local) deste sábado.

Segundo o serviço geológico de Tonga, a erupção teve um raio de 260 km e levantou uma nuvem de cinzas e poeira que chegou a 20 km de altura. O evento foi registrado em imagens de satélite divulgadas pelo serviço geológico dos EUA.

publicidade

O vulcão fica a 30 km da ilha de Fonuafo’ou. Residentes relataram ter ouvido uma explosão violenta, chuva de pedras, cinzas e escuridão total, mesmo antes de o Sol se pôr. Um tsunami com ondas de 1,2 metros de altura atingiu a capital de Tonga, Nuku’alofa, causando alagamento severo em áreas residenciais da cidade. O rei Tupou VI foi evacuado da cidade e levado para uma residência oficial em terreno mais alto.

A erupção também foi registrada por satélites das constelações GOES, operada pela Administração Atmosférica e Oceânica Nacional (NOAA), dos EUA, e Himawari, do Japão.

A Agência Nacional de Gerenciamento de Emergências da Nova Zelândia alertou sobre correntes fortes e incomuns, além de ondas imprevisíveis nas costas norte e leste da Ilha do Norte. A Ilha de Fiji emitiu um alerta pedindo que moradores que vivem perto da costa se abriguem em terrenos mais altos.

O Departamento de Meteorologia e Riscos Geográficos de Vanuatu emitiu um alerta de tsunami para todas as regiões de Vanuatu, informando que às 15h (hora local) a erupção causou um terremoto de magnitude 7,6.

Esta não é a primeira vez que o vulcão Hunga Tonga-Hunga-Ha’apai entra em erupção: segundo a agência de notícias neozelandeza RNZ ele esteve em erupção intermitente no final de dezembro, mas desde então foi declarado inativo. A erupção deste sábado foi cerca de sete vezes mais poderosa que a anterior, de 20 de dezembro.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!