O Banco Central do Brasil (BCB) vai informar a órfãos e viúvos sobre os valores esquecidos dos entes já falecidos. O saque do dinheiro por terceiros, porém, pode exigir uma autorização da Justiça. A consulta do valores está disponível desde o domingo (13) à noite.

O procedimento será divulgado nos próximos dia, ma já é possível consultar com os dados a pessoa falecida. Terceiros legalmente autorizados que podem pedir o saque dos valores esquecidos são herdeiros, procuradores, tutores, curadores, inventariantes e responsáveis por menores emancipados.

publicidade

Leia mais:

A parte do saque não pode ser executada porque ela exige um login prata ou ouro no portal Gov.br no nome do titular da conta. Se o órfão ou viúvo em questão não tenha inventário próprio, pode abrir o processo diretamente em um cartório. De acordo com a Agência Brasil, caso a segunda etapa seja mais complicado, é aí que entra a exigência de uma autorização judicial.

Na Justiça, tanto viúvos e órfãos como irmãos de pessoas falecidas podem obter as certidões de nascimento, óbito e casamento do parente. Os documentos devem ser atualizados, com a data do pedido de saque. Ele pode ser feito através de um advogado ou defensor público.

Imagem mostra logo do Banco Central do Brasil, o Bacen
O Banco Central pode ainda adotar medida mais simples para o caso de pessoas falecidas, mas isso ainda vai demandar tempo. Crédito: Jo Galvao/Shutterstock

Assim como em uma partilha tradicional de bens, o dinheiro é dividido conforme testamento do falecido. Na ausência de um testamento, cada herdeiro fica com sua parte. Viúvos podem ficar com metade, a depender do regime do casamento (comunhão parcial ou total de bens).

A consulta é muito simples de ser feita. É preciso apenas digitar o CPF ou CNPJ e data de nascimento para saber se há algum saldo residual a ser sacado no site valoresareceber.bcb.gov.br. O Banco Central do Brasil, porém, orienta as pessoas para que não caiam em golpes. Todos os detalhes podem ser lidos no Olhar Digital.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!