A Amazon recebeu no início desta semana sinal verde da comissão antitruste da União Europeia para compra da Metro-Goldwyn-Mayer Inc. (MGM Studios), famosa produtora e distribuidora por trás de títulos do James Bond, Rocky, A Família Adams, The Handmaid’s Tale e uma série de outros programas e filmes icônicos. O acordo, que agora está concluído, custou a empresa US$ 8,45 bilhões – aproximadamente R$ 43,3 bilhões na atual conversão. 

A aquisição é história e, de acordo com o The Verge, deverá reforçar a biblioteca do Prime Video. Em comunicado, o vice-presidente sênior da Amazon, Mike Hopkins, deu “boas-vindas aos funcionários, criadores e talentos da MGM ao Prime Video e ao Amazon Studios”, e afirmou que eles estão “ansiosos para trabalhar juntos e criar ainda mais oportunidades de oferecer narrativas de qualidade aos nossos clientes”. 

Amazon estaria negociando a compra da MGM. Imagem: Alex Millauer / Shutterstock.com
Amazon estaria negociando a compra da MGM. Imagem: Alex Millauer / Shutterstock.com

A Amazon aguardava desde o início de março o aval para concluir as negociações com a MGM Studios, que estava sendo avaliado devido os aspectos de concorrência. A compra da MGM faz com que o maior varejista do mundo tenha agora os direitos de James Bond, uma das franquias mais lucrativas da história do cinema, que já arrecadou quase US$ 7 bilhões em bilheterias. A companhia também atua no licenciamento de conteúdos para videogames, o que pode beneficiar os esforços de desenvolvimento da Amazon nessa área.

Leia mais!

A aquisição provalvemente dará à Amazon vantagem sobre a Netflix, HBO Max e Disney+ – e seus outros produtos, como Star+ – já que elas são concorrentes diretas no mercado do streaming. Recentemente, em uma indústria que segue visivelmente em uma disputa acirrada, a HBO Max também anunciou sua junção ao Discovery+. As plataformas vão se unir para se transformarem em um único serviço em uma data ainda indeterminada.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!