Medicina e Saúde

Empresa com investimento do Google quer usar edição de genes para evitar infartos

09/05/22 21h53
homem com ataque cardíaco

shutterstock

Os infartos e ataques cardíacos estão entre as principais causas de mortes no mundo inteiro, e quando não há uma pandemia da magnitude da Covid-19, costumam ser as maiores causas de morte no mundo. Porém, uma solução para esse problema pode ser inesperada: a edição de genes.

De acordo com a empresa de tecnologia médica Verve Therapeutics, a edição de genes para evitar o acúmulo do chamado colesterol ruim no organismo. Segundo o CEO da Verve, Sekar Kathiresan, essa pode ser, inclusive, uma solução permanente para as mortes em excesso causadas por infartos.

Empresa tem investimento do Google

A Verve Therapeutics é apoiada por ninguém menos que a GV, antiga Google Ventures, o braço de investimentos de risco Alphabet Inc, a controladora do Google. Entre os fundadores, a empresa conta com um professor de medicina de Harvard e um especialista médico altamente premiado entre seus fundadores.

Técnica de edição de genes CRISPR é esperança para o tratamento de muitas doenças. Crédito: Nathan Devery/Shutterstock

Em entrevista ao portal de negócios Bloomberg, Kathiresan disse que a Verve está próxima de transformar a edição de genes em um “tratamento único” para a prevenção de infartos. Para isso, os pesquisadores da empresa começarão a testar a abordagem em indivíduos que já foram vítimas de infarto.

Verve espera aumentar diversificar participantes dos testes

Neste primeiro momento, apenas quem sofreu um ataque cardíaco por conta de condições hereditárias poderá participar dos testes. Condições que passam de pai para filho são responsáveis por assustadores 31 milhões de infartos por ano ao redor do mundo.

Leia mais:

A empresa usará a técnica de edição de genes CRISPR para tentar reduzir os níveis de colesterol no organismo das pessoas. Caso os primeiros testes dêem certo, a empresa planeja expandir os ensaios para grupos de pessoas maiores e mais diversos de pessoas.

Via: Futurism

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

Deixe sua opinião
Sugeridos pra você
Tags