Casos de uma hepatite misteriosa estão preocupando autoridades de saúde de todo o mundo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) está investigando cerca de 348 casos suspeitos em mais de 20 países.  

A instituição chegou a confirmar a primeira morte em decorrência da doença no final de abril. Os dados do paciente não foram divulgados para preservar a sua identidade.  

publicidade

Leia também!

Até o momento, sabe-se que a maior parte dos pacientes infectados pela hepatite misteriosa são crianças entre 1 e 5 anos. No Brasil, o Ministério da Saúde acompanha sete casos suspeitos.  

O que está causando os casos de hepatite?  

Essa é uma das perguntas mais feitas no mundo, porém, ainda não há uma resposta para ela. Ainda não se sabe qual a origem da doença, apenas que ela não está associada aos casos mais comuns de hepatite A, B, C, D, e E, e que os sintomas incluem principalmente dor abdominal, além de diarreia, vômito e pele e/ou olhos amarelados.  

O fato de a hepatite misteriosa não ter relação com os outros tipos da doença faz com que as vacinas existentes sejam completamente ineficazes.  

Ilustração 3D de um fígado atingido pela hepatite C
Entenda tudo que se sabe sobre a hepatite misteriosa que afeta crianças. Imagem: Explode/Shutterstock

Pesquisadores notaram que alguns pacientes infectados pela hepatite misteriosa tinham adenovírus tipo 41 em seus organismos, o que pode causar graves doenças estomacais. No entanto, ainda não é possível apontar que o grupo de vírus seja o causador do novo surto.

Existe relação com a Covid-19?  

Autoridades de todo o mundo relatam que não acreditam que haja ligação entre os casos de hepatite e a Covid-19. Rochelle Walensky, diretor dos Centros de Controle e Prevenção a Doenças (CDC) dos Estados Unidos, apontou que a maior parte dos casos aconteceu em crianças entre 2 e 5 anos, que não são nem elegíveis para vacina contra a Covid-19.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!