O gigantesco Stratolaunch Roc completou seu sétimo voo de testes com sucesso, conforme anunciou sua desenvolvedora. Após a tragédia ocorrida com o Antonov An-225 Mriya, destruído na guerra entre Rússia e Ucrânia, a aeronave com 117 metros de envergadura, 73 metros de comprimento e 15 metros de altura se tornou a maior do planeta.

Em seu mais recente voo, o Stratolaunch Roc permaneceu no ar por 3 horas, sobre o deserto americano de Mojave. Com o feito, o avião com 6 motores Pratt & Whitney PW4056 turbofan com 252.4 kN atingiu uma altitude de 8.200 metros.

publicidade

Leia também:

Esta foi a maior altitude alcançada pela aeronave ao longo de seu desenvolvimento, resultando em um reforço nas expectativas da empresa. “O voo de hoje é uma história de sucesso da capacidade da equipe Stratolaunch de aumentar o ritmo operacional para o ritmo desejado por nossos clientes para realizar testes de voo hipersônicos frequentes”, disse o Dr. Zachary Krevor.

O CEO e presidente da empresa acrescentou que foi então demonstrado “o desempenho da aeronave necessário para que nosso veículo hipersônico Talon atinja sua ampla faixa de design de condições hipersônicas”. Em seu perfil oficial no Twitter, a Stratolaunch compartilhou algumas cenas do Roc em ação:

Hipersônico Talon da Stratolaunch

Esses voos serão seguidos em breve por testes hipersônicos, com o Roc levando o banco de testes Talon-A da empresa, um veículo movido a foguete capaz de transportar cargas úteis personalizáveis ​​e atingir velocidades acima de Mach 5. O novo maior avião do mundo poderá lançar vários veículos hipersônicos em uma única missão.

Talon-A, da Stratolaunch em voo
Imagem: Divulgação/Stratolaunch

Para essa função, a aeronave faz uso de um pilão, responsável para carregar e soltar o Talon-A. Durante este sétimo voo, um pilão recém-instalado foi testado, juntamente com as características de manuseio do avião.

A Stratolaunch integrou recentemente o TA-0, o primeiro hipersônico de testes Talon-A, indicando que o transporte e o lançamento desses veículos podem ser testados em breve. Em paralelo, está sendo realizada a integração do sistema para o veículo de testes de voo hipersônico TA-1 e para um terceiro, TA-2 – primeiro veículo reutilizável da empresa. A Stratolaunch espera que os serviços de voo hipersônico estejam disponíveis para clientes governamentais e comerciais já no ano que vem.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!