A empresa canadense Ingenext conseguiu desbloquear a limitação de velocidade no software do Tesla Model S Plaid e atingir 348 km/h com o sedã — a primeira vez em que o modelo alcança a marca. O teste ocorreu na última quinta-feira (30), no aeroporto de Trois-Rivières, no Québec (Canadá).

A Ingenext é conhecida em sua terra natal por produzir módulos eletrônicos que ajudam a desbloquear recursos restritos nos carros da Tesla. Na sessão, foi o CEO Guillaume André que se sentou ao volante do Plaid modificado para buscar o recorde de velocidade máxima.

publicidade

Antes disso, a empresa fez questão de ir atrás de uma pista que oferecesse bons níveis de segurança. Neste sentido, a pista de Trois-Rivières foi escolhida por sua extensão de aproximadamente 3 km, o que a torna adequada para alcançar altas velocidades sem preocupação.

André tinha cerca de 2 km para chegar aos 348 km/h com o Tesla Model S Plaid e um pouco mais de 1,8 km para desacelerá-lo — mesmo com freios de alto desempenho. Ainda assim, sua tentativa foi bem-sucedida, como mostra o vídeo captado pelo site americano Electrek.

https://youtu.be/0N95g8pM6Eg

Além da alteração no software, o Model S Plaid da Ingenext trouxe duas modificações: freios de carbono da Mountainpass Performance e pneus de alto desempenho (Pilot Super Sport), fornecidos pela Michelin por motivos de segurança. No futuro, a Ingenext planeja oferecer seu módulo ao público com a capacidade desbloqueada e outros recursos.

Leia mais:

Por que a restrição de velocidade ao Tesla Model S Plaid?

No caso do Plaid, não há detalhes oficiais do que levou a montadora a limitar a velocidade. Sabe-se, no entanto, que há receio com os freios — tanto que agora a empresa de Elon Musk oferece uma atualização para um kit de cerâmica de carbono por US$ 20 mil (em torno de R$ 107 mil).

Ao anunciá-lo, a Tesla havia prometido uma velocidade máxima de 322 km/h para o Model S Plaid. O carro chegou às concessionárias no ano passado com 262 km/h e, posteriormente, a marca ampliou o limite para 282 km/h a partir de um “Track Mode” (modo de pista).

Via: Electrek

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!