Nas próximas semanas, os clientes do meio empresarial serão obrigados a arcar com taxas no PayPal por todas as operações financeiras, até mesmo aquelas que envolvem o envio de valores para familiares.

Para entender a mudança, é importante lembrar que os pagamentos realizados via PayPal são classificados como transações envolvendo ‘Bens e Serviços’ ou ‘Amigos e Família’ – a última categoria, até então, não estava sujeita à cobrança de taxas. O que muda a partir do dia 28 de julho.

publicidade
PayPal logo
Visando ampliar a sua oferta de serviços, o PayPal segue apostando em outros setores. Um deles é o das criptomoedas. Imagem: Niphon Subsri/Shutterstock

Após essa data, somente contas pessoais poderão receber pagamentos gratuitamente na categoria ‘Amigos e Família’. A novidade faz parte de uma estratégia do serviço que visa simplificar a cobrança de encargos para todos os usuários, diz a empresa. 

Ainda assim, isso não impede que os clientes corporativos continuem tirando proveito da regra ao cadastrar uma nova conta pessoal apenas para efetuar pagamentos de conhecidos, ressaltou o Techradar nesta segunda-feira (4).

publicidade

Veja também:

Paypal em baixa no mercado

As ações do PayPal também foram atingidas pela crise que afetou todo o setor de tecnologia na bolsa em 2022. Tanto é que a empresa já perdeu quase dois terços de capitalização nos últimos doze meses, ainda que continue em uma posição popular no seu nicho de atuação.

publicidade

Em busca de ampliar a sua oferta de serviços, o PayPal também vem apostando em outros setores para reverter a má fase. Um deles é o das criptomoedas. A plataforma ganhou recentemente a possibilidade de negociar criptoativos com outros usuários, transformando o aplicativo de pagamentos em uma nova opção entre as inúmeras carteiras cripto do mercado.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!