A ansiedade é um dos problemas mais debatidos do século XXI e o problema pode ter se tornado ainda pior com a chegada da pandemia de Covid-19, que obrigou pessoas do mundo inteiro a ficar em casa para evitar a infecção pela doença.  

Um levantamento de 2019 da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontou que 18,6 milhões de brasileiros, cerca de 10% da população, conviviam com o transtorno de ansiedade. O número coloca o Brasil no ranking de país com mais pessoas enfrentando a doença no mundo.  

publicidade

Leia também!

Um estudo da Universidade de São Paulo (USP) disse, em 2021, que entre 11 países, como Estados Unidos e Irlanda, o Brasil lidera com mais casos de ansiedade com quase 65% dos entrevistados relatando o problema.

E uma pesquisa realizada pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, apontou diversos alimentos que podem ajudar a combater os casos de ansiedade, ajudando no tratamento da doença. Confira:  

  • Abacate; 
  • Alface; 
  • Aveia; 
  • Amêndoas, castanha-do-pará e nozes; 
  • Banana; 
  • Cúrcuma; 
  • Frutas cítricas; 
  • Peixes gordurosos; 
  • Ovo; 
  • Uva. 

Esses alimentos possuem algumas propriedades que podem propiciar o relaxamento, sensação de bem-estar e até funcionamento do sistema nervoso.

Mulher tampando o rosto com as mãos em meio a uma população
Imagem: Tero Vesalainen/Shutterstock

Ansiedade na meia idade pode ser um sinal de Alzheimer, aponta estudo

Um novo estudo, comandado por pesquisadores da Universidade Monash, na Austrália, sugere que os sintomas da ansiedade em adultos de meia-idade podem ser um indicativo do estágio inicial da doença de Alzheimer. Segundo os pesquisadores, o mesmo vale para a depressão.

A pesquisa examinou a relação entre sintomas comuns da depressão e da ansiedade com a perda de memória e confusão mental em 2.657 adultos na chamada meia idade. Essa faixa etária corresponde às pessoas que têm entre 40 e 60 anos.

Via: O Globo

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!