Durante a fase de calibragem, o Telescópio Espacial James Webb (JWST), que teve suas primeiras imagens científicas divulgadas no dia 12 de julho, fez registros impressionantes de Júpiter, o maior planeta do Sistema Solar.

Graças a um programa destinado a demonstrar o potencial do observatório de próxima geração dentro da nossa vizinhança, bem como no universo distante, uma nova imagem do gigante gasoso captada por ele foi revelada recentemente pela NASA.

publicidade
Imagem de Júpiter captada pelo Telescópio Espacial James Webb em 27 de julho de 2022. Crédito: NASA/ESA/CSA/STScI

Segundo a agência, o registro foi feito na última quarta-feira (27), pelo instrumento Near Infrared Camera (NIRCam). A imagem destaca a famosa Grande Mancha Vermelha, um poderoso furacão que abre um redemoinho na alta atmosfera do planeta e expõe camadas inferiores de suas nuvens, com composições químicas e temperaturas diferentes, que resultam na sua cor característica.

Assim como outras observações de Webb, essa imagem deve ajudar os cientistas a entender essa atmosfera, caracterizar sua estrutura térmica e camadas e estudar fenômenos meteorológicos como ventos e auroras.

Para criar a nova imagem, a NIRCam apontou para Júpiter por quase 11 minutos, usando o que os cientistas chamam de filtro F212N, projetado especialmente para estudar hidrogênio molecular.

Leia mais:

De acordo com um cronograma preliminar divulgado pelo Instituto de Ciência dos Telescópios Espaciais da NASA (STScI), responsável por operar o JWST, os alvos do observatório para a próxima semana incluem a lua vulcânica Io de Júpiter, o grande asteroide Hygeia e os remanescentes de supernovas Cassiopeia A.

É preciso salientar, no entanto, que o cronograma de observação está sempre sujeito a alterações. Além disso, nem todos os dados de JWST estão sendo imediatamente divulgados ao público. Para grande parte de suas observações, os cientistas que solicitaram os dados têm acesso especial por um ano para facilitar suas investigações.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!