Você vai comprar uma geladeira nova e não sabe qual escolher? As tecnologias mudam o tempo inteiro e a gente sabe que é difícil acompanhar as novidades. Por isso, preparamos esse artigo com os principais tipos de degelo e as diferenças entre eles para te ajudar a decidir qual eletrodoméstico comprar.

Antes de explicar cada tipo de degelo, você precisa saber por que é importante conhecê-los. O gelo se forma na geladeira por conta da circulação de ar. Ou seja, quando abrimos a porta dela há uma troca de ar, no qual o frio sai e o quente entra. Com isso, as gotas de água presentes no ar quente que entraram irão se congelar à baixa temperatura. Então, com o tempo, irá acumular gelo no congelador ou freezer.

Por isso, você deve avaliar também as características do clima de onde você mora, pois regiões com uma umidade do ar alta podem colaborar para a formação de gelo no seu aparelho.

Mas, por que devo descongelar a geladeira com frequência? O gelo acumulado faz seu eletrodoméstico gastar mais energia e ficar sobrecarregado e, além disso, diminui o espaço de armazenamento.

publicidade

Degelo manual, semiautomático e automático

Agora que você já sabe por que o gelo se forma na geladeira e a importância de descongelar o equipamento, vamos conhecer as três categorias de degelo: manual, semiautomático e automático. Essas classificações se referem a como o processo de descongelamento ocorre.

O degelo manual é aquele em que você terá que desligar a geladeira da tomada e esperar que o gelo derreta. Nesse caso, o gelo pode se acumular não só no congelador, mas também no refrigerador. É um degelo pouco prático e você terá que secar a água derretida. Geralmente, você encontra o degelo manual em geladeiras mais antigas. Por isso, fique atento se for comprar um eletrodoméstico usado.

Já o degelo semiautomático funciona de maneira parecida. Porém, você não precisa desligar o aparelho da tomada e o refrigerador continua funcionando enquanto o freezer descongela.

Por fim, o degelo automático é o mais prático de todos. Isso, porque a própria geladeira tem tecnologia para derreter as camadas de gelo de tempos em tempos, evitando, assim, o acúmulo dele.

Agora que você já conhece cada um dos processos de degelo, vamos conhecer as tecnologias nas quais encontramos cada um deles.

Degelo seco

As geladeiras de degelo seco são aquelas em que o processo de degelo é feito de maneira semiautomática. Ou seja, você não precisa desligá-las da tomada para derreter a camada de gelo. Basta clicar no botão de degelo para iniciar o processo. Conforme o gelo derrete, a água escoa para um reservatório atrás da geladeira e é evaporada com ajuda do calor do compressor, que fica estrategicamente localizado abaixo do reservatório de água.

Leia também:

Degelo cycle defrost

As geladeiras com a tecnologia cycle defrost são uma combinação do degelo manual (no freezer) com o delego seco (no refrigerador). Por isso, será necessário desligar o equipamento pelo menos duas vezes ao ano para retirar o excesso de gelo da parte de cima.

Pelo lado positivo, elas possuem melhor circulação de ar frio dentro do equipamento. Assim, elas acumulam menos gelo nas paredes internas e, por consequência, necessitam ser desligadas menos vezes para o descongelamento. Além disso, são mais econômicas.

Já pelo lado negativo, elas resfriam mais lentamente do que os modelos equipados com frost free e, se descuidar-se, os cheiros do alimentos passam para a geladeira.

Degelo frost free

Por fim, temos as geladeiras equipadas com a tecnologia frost free. Com esse sistema, o degelo acontece automaticamente (sem precisar tirar da tomada ou apertão um botão).

O melhor dessas geladeiras é a praticidade, já que elas não acumulam gelo no freezer. Eventualmente, recomenda-se que você desligue a geladeira para uma boa faxina. Mas, isso se deve pela higiene, e não para fazer o descongelamento.

Por ser muito eficiente, essa tecnologia resfria os alimentos com mais rapidez e, com isso, evita que os cheiros dos alimentos transfiram para o equipamento. Porém, por outro lado, ela encarece a conta de luz e o preço do eletrodoméstico.

Conclusão

Pronto! Agora você conhece todos os tipos de degelo e pode escolher sua próxima geladeira com mais propriedade.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!