Uma recente pesquisa do Pew Research Center revelou que metade dos americanos é a favor da proibição do TikTok nos EUA, enquanto apenas 22% se opõem à ideia. Dentre os que usam o TikTok, claro, a maioria (56%) é contra a proibição, no entanto, 19% aprovam o banimento.

Ainda conforme a pesquisa: 

  • Entre os que não concordam, a maioria são jovens (46% dos entrevistados de 18 a 29 anos); 
  • Entre os mais velhos (50 a 65 anos), apenas 15% não é a favor; 
  • 28% não tem certeza se o app de vídeos deve ser banido; 

Leia mais! 

Divulgado pela CNN, o levantamento também indicou que aqueles que sabem que o TikTok é um app da China são duas vezes mais propensos a apoiar a proibição do que aqueles que não estão cientes da relação (60% contra 27%). O relatório revelou que 64% dos americanos sabem da conexão. 

publicidade
Pessoa segurando celular com logomarca do TikTok em frente tela com linhas de código
Para alguns países, TikTok representa ‘risco elevado de espionagem’ (Imagem: Omar Marques/SIOA/Zuma)

O que está acontecendo com o TikTok? 

A pesquisa foi realizada no período antes e depois do depoimento do CEO da plataforma, Shou Zi Chew, perante o Comitê de Energia e Comércio da Câmara para defender o aplicativo. 

  • O TikTok tem enfrentado escrutínio nos EUA e na UE (União Europeia) por autoridades acreditarem que o processo de coleta de dados da plataforma pode trazer riscos à segurança nacional, entregando informações privilegiadas ao governo chinês. 
  • Senadores dos EUA lançaram então um projeto de lei que bane definitivamente a rede social do país — isso após proibir o app em qualquer dispositivo relacionado ao governo;  
  • Diversos países seguiram o mesmo protocolo, como Reino Unido, Bélgica, França, Nova Zelândia, Austrália e até a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte). 

Em suma, os argumentos do diretor do TikTok durante audiência de cinco horas não convenceram os legisladores, impulsionando o projeto de proibição. Veja aqui o que foi dito na audiência! Mesmo com a defesa e propostas do TikTok, os EUA sinalizaram posteriormente que continuariam avançando com o projeto de banimento. Saiba mais aqui

Vale pontuar que esse não é o único conflito que o TikTok enfrenta na Justiça. Recentemente, uma ONG Portuguesa decidiu processar a rede afirmando que ela lucra com menores de idade. O governo do Vietnã também notificou a rede social explicando que o conteúdo “tóxico” da plataforma de vídeos curtos “representa uma ameaça à juventude, cultura e tradição do país”. 

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!