Um novo ciclone extratropical está se formando no Brasil nos próximos dias. De acordo com o Climatempo, a região Sul deve ser a mais afetada pelo fenômeno que deve ocorrer durante o fim de semana.

O ciclone deve acontecer nos dias 7 e 8 de junho, inicialmente com uma frente fria e depois com o ciclone, que deve provocar chuvas fortes, acima dos 100 mm, e vendavais.

Segundo o site de meteorologia, as capitais de Santa Catarina, Florianópolis, e Rio Grande do Sul, Porto Alegre, estão entre os principais alvos.

A intensidade do ciclone ainda não pode ser totalmente conhecida, mas as prévias indicam que teremos 50% da média normal de chuvas para julho em 48 horas nas áreas afetadas. O fenômeno não deve ser tão intenso quanto ao que ocorreu em junho e causou morte e destruição.

publicidade

Leia mais:

Ciclone extratropical 

Segundo a MetSul, um ciclone extratropical é um fenômeno meteorológico caracterizado pela formação de tempestades e fortes rajadas de vento. São definidos como sistemas de baixa pressão atmosférica de escala sinótica que ocorrem nas regiões de latitudes médias.

Imagem: Harvepino – Shutterstock

Esse tipo de ciclone não costuma ser formado em regiões tropicais, por isso a nomenclatura. Segundo o site, “os sistemas extratropicais são normais no litoral da Argentina e na foz do Rio de Prata, algumas vezes se originando na costa do Rio Grande do Sul. Trata-se, assim, de uma posição mais ao Norte que o habitual”.

À medida que o ciclone se intensifica, pode causar mudanças na temperatura, umidade, direção do vento e pressão atmosférica, o que pode levar a condições meteorológicas tempestuosas, como chuva, neve e ventos fortes.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!