O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos emitiu um alerta após centenas de milhares de cidadãos do país se tornarem alérgicos ao consumo de carne vermelha. Eles foram picados por carrapatos. A explicação é que as mordidas desses animais podem resultar em uma condição conhecida como síndrome alfa-gal (AGS).

Leia mais

Segundo o alerta do CDC, mais de 110 mil pessoas se tornaram alérgicas à carne vermelha depois de adquirir a síndrome alfa-gal por picadas de carrapatos entre 2010 e 2022. O número, no entanto, pode ser bem maior já que a AGS é de difícil identificação e milhões de americanos podem sofrer com a síndrome, que pode levar à morte.

O que é a AGS?

  • A síndrome alfa-gal é uma condição em que uma pessoa se torna alérgica a uma molécula de açúcar encontrada em muitos mamíferos, mas não em humanos.
  • Se você tem AGS, seu corpo pode ter uma reação alérgica após comer carne vermelha, incluindo carne de porco, carne bovina, coelho, cordeiro, veado, entre outras.
  • Os sintomas são muito variados, mas incluem náuseas ou vômitos, urticária ou erupções cutâneas com coceira, azia ou indigestão, diarreia, tosse, dificuldade para respirar, inchaço nos lábios e garganta, bem como nos olhos e língua, queda na pressão arterial e tonturas ou desmaios.
  • Os indivíduos infectados podem não ter uma reação alérgica toda vez que comem carne vermelha.
  • A maioria delas aparece entre 2 a 6 horas depois de consumir o alimento, o que significa que muitos portadores da síndrome podem não ligar os sintomas à ingestão de carne vermelha.

Carrapatos

  • Os responsáveis pela AGS são as picadas do carrapato estrela solitária, mas os cientistas ainda não têm certeza por as pessoas desenvolvem a síndrome alfa-gal.
  • Os especialistas ainda divergem sobre a duração da condição.
  • Isso porque em alguns casos ela durou por toda a vida do paciente, mas em outros a alergia desapareceu após alguns anos.
  • De qualquer, forma a síndrome pode reaparecer se a pessoa for mordida novamente pelo animal.

Com informações de Fast Company.

publicidade

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!