Depois que conseguir voltar à Lua, o próximo passo da humanidade na exploração do espaço profundo é chegar a Marte. Isso está previsto para acontecer até 2040, mas, enquanto nenhuma missão tripulada alcança o Planeta Vermelho, ele vem sendo estudado pelos mais diversos equipamentos robóticos – que têm revelado imagens surpreendentes daquele mundo empoeirado.

Um desses veículos exploradores, o rover Curiosity, já fotografou um “fóssil de Dragão” e uma “porta de casinha de cachorro” na paisagem marciana, para citar dois exemplos. Outro que costuma nos enviar imagens inusitadas de Marte é o rover Perseverance, que já registrou uma “cabeça de cobra”, uma rocha em formato de rosquinha e até mesmo uma “porção de espaguete” no chão do planeta.

Também é de autoria do carinhosamente chamado Percy outra imagem intrigante compartilhada esta semana na conta oficial da missão no Twitter (X). Ela mostra um par de rochas em formatos muito peculiares – uma, parecida com uma barbatana de tubarão, e a outra, com uma pata de caranguejo. O registro foi obtido pela Mastcam-Z, posicionada no alto do mastro do rover.

Leia mais:

publicidade

Perseverance já fez mais de 520 mil fotos em Marte

Tudo isso, é claro, são apenas impressões da mente causadas pela posição e formato das pedras, a luz e a perspectiva – o que é comumente conhecido como “ilusão de ótica”.

Na verdade, são efeitos causados pela pareidolia, um fenômeno psicológico comum em todos os seres humanos, que faz com que as pessoas reconheçam imagens de rostos humanos ou animais em objetos, sombras, formações de luzes e em qualquer outro estímulo visual aleatório. É um truque da mente muito habitual quando, por exemplo, vemos as nuvens no céu e identificamos formatos familiares.

Em mais de dois anos trabalhando em Marte, o rover Perseverance já fez mais de 520 mil fotos. Além disso, já coletou 20 amostras de rocha e solo, montou o primeiro depósito de amostras fora da Terra, produziu oxigênio usando o instrumento MOXIE e muitas outras realizações. 

E a missão pode estar apenas começando. Se tomarmos o “primo” Curiosity como exemplo (há mais de 11 anos na ativa), Percy ainda tem muito o que trabalhar e descobrir no Planeta Vermelho. 

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!