Conforme noticiado pelo Olhar Digital, no mês passado, a sonda Chandrayaan-3, da Índia, pousou em solo lunar, colocando o país entre os únicos quatro do mundo a chegar à superfície da Lua. Neste grupo seleto estão também os EUA, a China e a Rússia (que alcançou o feito na época da União Soviética e acaba de fracassar na primeira nova tentativa feita quase meio século depois).

Outro fato importante é que, com a missão Chandrayaan-3, a Índia se tornou o único país a conseguir pousar perto do polo sul lunar. A bordo da espaçonave estava o módulo de pouso Vikram, carregando com ele o rover Pragyaan, que vai explorar a Lua durante 14 dias terrestres (a duração aproximada de um só dia no nosso satélite natural).

Pouco mais de uma semana se passou desde a “alunissagem”, e a missão já alcançou dois marcos impressionantes: mediu a temperatura do polo sul lunar pela primeira vez na história e detectou oxigênio na Lua!

O que mais vem por aí nessa memorável expedição? Para saber tudo sobre a missão Chandrayaan-3, desde a preparação, os avanços conquistados e as expectativas sobre os próximos passos, não deixe de assistir ao Programa Olhar Espacial desta sexta-feira (1º).

publicidade

Quem vai falar sobre esse assunto fascinante é Edwar Montenegro – que já esteve conosco antes, em um programa incrível sobre a tecnologia aeroespacial nas escolas.

O convidado desta sexta-feira (1º) do Programa Olhar Espacial, Edwar Montenegro, vai falar sobre a conquista da Lua pela Índia. Créditos: ARTDOWN – Shutterstock / Arquivo Pessoal / Edição: Olhar Digital

De nacionalidade peruana-brasileira, Montenegro é físico, empreendedor, escritor, palestrante, divulgador científico e um conceituado professor no estado do Piauí e na Great International School. Atualmente, dá aulas de Satélites Artificiais no Programa Cidade Olímpica Educacional. Ele também é CEO na Graviton Scientific Society, fundador da Sideral Labs e CTO na Missão Estratosférica Esperança.

Graduado em Física pelo Instituto Federal do Piauí (IFPI) e mestre em Ciência e Engenharia de Materiais pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), atualmente ele é aluno de doutorado em Ciência e Engenharia de Materiais também na UFPI.  

Autor de dois livros, é apaixonado por exploração espacial, astronomia e nanotecnologia. Ele diz que sua missão é tornar o conhecimento científico acessível e inspirar uma nova geração de cientistas.

Leia mais:

Esta semana, Montenegro liderou pelo segundo ano consecutivo uma equipe classificada em 1º lugar a nível regional nordeste na Olimpíada Brasileira de Satélites (OBSat) – e vai falar também um pouco sobre seu trabalho incentivando os estudantes do Piauí a se interessarem pelas ciências aeroespaciais.

O programa desta noite está sensacional, não? Então, não perca!

Como assistir ao Programa Olhar Espacial

Apresentado por Marcelo Zurita, presidente da Associação Paraibana de Astronomia – APA; membro da SAB – Sociedade Astronômica Brasileira; diretor técnico da Rede Brasileira de Observação de Meteoros – BRAMON e coordenador nacional do Asteroid Day Brasil, o programa é transmitido ao vivo, todas às sextas-feiras, às 21h (horário de Brasília), pelos canais oficiais do veículo no YouTubeFacebookInstagramTwitter (X)LinkedIn e TikTok, além do canal por assinatura Markket (611-Vivo, 56 -Sky e 692-ClaroTV).

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!