A primeira Lois Lane da TV, Phyllis Coates, morreu nesta quarta-feira (11), aos 96 anos. Segundo o Omelete, a filha de Coates, Laura Press, foi quem comunicou o falecimento da atriz, alegando que sua mãe morreu de causas naturais.

A primeira aparição de Coates como a obstinada repórter do Planeta Diário e futura esposa do Superman foi em 1951, no longa “Superman and the Mole-Men”, com George Reeves no papel do super-herói.

Leia mais:

Coates na TV

  • Com o sucesso do filme, Coates foi convocada para dar continuidade ao papel na série “As Aventuras do Super-Homem”;
  • A atriz fez Lois Lane por 26 episódios na primeira temporada, deixando a série após a renovação;
  • Ela não quis continuar por se sentir explorada pela produção e por já estar comprometida com outro seriado, que dividiria com Jack Carson e Allen Jenkins;
  • Em seu lugar, a DC contratou Noel Neill, que fez o mesmo papel nos filmes serializados de 1948 e 1950;
  • Contudo, Coates voltou ao universo da DC nos anos 1990, na série “Lois & Clark – As Novas Aventuras do Superman”, no papel da mãe de Lois.

A atriz esteve em atuação entre 1940 e 1990, com alguns trabalhos como destaque: “Tambores Feiticeiros”, “Nas Teias da Traição” e “Goodnight Sweet Marilyn”.

publicidade

Além de Laura, Coates deixa outra filha, Zoe, além de uma neta chamada Olivia.

Novo “Quarteto Fantástico” será diferente de tudo já feito pela Marvel, diz diretor do filme

Um dos projetos mais aguardados do Universo Cinematográfico Marvel (MCU), a nova versão do filme “Quarteto Fantástico”, com lançamento previsto para 2025, será “diferente de tudo que vocês já viram na Marvel,” de acordo com o diretor do longa, Matt Shakman.

Leia a matéria completa aqui

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!