A Apple apresentou, na noite desta segunda-feira (30), sua nova linha de MacBooks Pro equipados com os novos chips M3: M3, M3 Pro e M3 Max.

A empresa da maçã apresentou os novos MacBook Pro de 14 e 16 polegadas, que possuem vários novos recursos em relação aos modelos anteriores. Foram apresentados, ainda, os novos iMacs.

Leia mais:

O MacBook Pro de 14 polegadas é equipado com M3 e, segundo a Apple, é indicado para além das tarefas diárias, podendo rodar aplicativos e jogos profissionais.

publicidade

Os MacBooks Pro com o M3 Max possuem suporte adicional de memória unificada de até 128 GB de memória e, segundo a empresa da maçã, oferecem fluxos de trabalho multitarefa em apps profissionais, facilitando a ação de progamadores de machine learning, artistas 3D e editores de vídeo.

Novos chips M3

Os chips M3 são os primeiros para um computador pessoal com três nanômetros. O conjunto possui a tecnologia Dynamic Caching, que aloca o suo de memória local no hardware em tempo real, para que a quantidade exata de memória necessária para cada tarefa seja alocada.

A Apple informa que a tecnologia aumenta drasticamente a utilização e o desempenho da GPU para softwares profissionais e jogos mais exigentes. Há, ainda, o mesh shading acelerado por hardware, que aumenta a capacidade e a eficiência no processamento de geometria e forma cenas visualmente mais complexas.

O M3 traz ainda, pela primeira vez para a linha de MacBooks Pro, o sistema de aceleração de hardware via ray tracing, bastante comum em placas de vídeo de alta performance que melhoram a textura, sombras e reflexos em games, deixando os ambientes do jogo ainda mais realistas.

Características

  • Os modelos equipados com o M3 Pro e o M3 Max oferecem acabamento em preto espacial (alumínio escuro);
  • Todos os MacBooks Pro, idenpendente de sua GPU, vêm com a tela Liquid Retina XDR brilhante com conteúdo SDR 20% mais brilhante que a geração anterior;
  • Eles possuem câmera 1080p integrada e sistema de som potente com seis alto-falantes;
  • Segundo a Apple, a bateria do dispositivo dura até 22 horas;
  • Possuem suporte a até quatro monitores;
  • Conectividade HDMI, Thunderbolt 4 e SDXC;
  • Até 8TB de armazenamento e 128GB de memória RAM;
  • De acordo com a fabricante, os novos MacBooks Pro são 11x mais rápidos que os modelos Intel mais potentes;
  • Possuem arquitetura térmica avançada para aguentar o processamento de jogos e programas de edição mais poderosos;
  • Chegam a 16 núcleos de CPU e 40 núcleos de GPU;
  • Têm o Magic Keyboard com reconhecimento de impressão digital;
  • São equipados com o macOS Sonoma.

Imagem: Divulgação/Apple

MacBook Pro de 14 polegadas com M3

O MacBook Pro de 14 polegadas com M3 é até 60% mais rápido que o MacBook Pro de 13 polegadas com o M1. Além disso, ele possui desempenho de renderização de vídeos no Final Cut Pro até 7,4x mais rápido que o MacBook Pro de 13 polegadas com o Intel Core i7 e até 60% mais rápido que o modelo equipado com o M1.

Por sua vez, a compilação de código no Xcode é até 3,7x mais rápida que no MacBook com i7 e até 40% melhor que no modelo com o M1. A Apple afirma, ainda, que o desempenho de planilhas do Microsoft Excel é até 3,5% mais rápido ante o modelo com i7 e até 40% mais rápido que o modelo com o M1.

MacBook Pro de 14 e 16 polegadas com M3 Pro

Os modelos com o M3 Pro são até 40% mais rápidos que o modelo de 16 polegadas com M1 Pro. A Apple explica que o desempenho de filtros e funções no Adobe Photoshop chega a ser 3x mais rápido que no modelo anterior com Core i5 e até 40% mais veloz que o de 16 polegadas com M1 Pro.

Já a edição baseada em texto no Adobre Premiere Pro chega a ser 1,7x melhor que no MacBook Pro de 16 polegadas com Core i5 e até 30% mais rápida que o MacBook Pro de 16 polegadas com M1 Pro.

MacBooks Pro de 14 e 16 polegadas com M3 Max

São os modelos mais potentes, pensados para fluxos de trabalhos extremos. A exemplo, são até 2,5x mais rápidos que o MacBook Pro de 16 polegadas com o M1 Max e até 11x mais veloz que o modelo mais potente baseado em Intel.

Suportam até 128 GB de memória unificada e estão preparados para grandes e complexos projetos com vários apps e plugins, ou com grandes trilhas sonoras de filmes, que necessitam que bibliotecas orquestrais inteiras estejam disponíveis de forma instantânea na memória.

O MacBook Pro permite que os usuários façam o melhor trabalho de suas vidas. Com a próxima geração de chips M3, estamos elevando mais uma vez o nível do que um laptop profissional pode fazer. Estamos entusiasmados em trazer o MacBook Pro e seus melhores recursos para o mais amplo conjunto de usuários até agora e, para aqueles que atualizam de um MacBook Pro baseado em Intel, é uma experiência revolucionária em todos os sentidos.

John Ternus, vice-presidente sênior de Engenharia de Hardware da Apple

Como dito anteriormente, os modelos MacBook Pro com M3 Pro e M3 Max estão disponíveis em preto espacial, nova cor do dispositivo. O acabamento da coloração forma um selo de anodização para reduzir significativamente as impressões digitais, segundo a Apple.

Eles também estão disponíveis na cor prata, enquanto o MacBook Pro de 14 polegadas com M3 vem nas cores prata e cinza espacial.

A companhia informa ainda que, graças ao redesenho dos ventiladores internos, o usuário nunca os ouvirá, tornando a experiência com o MacBook Pro mais gostosa. Já a bateria teve aumento de 11 horas de uso em relação ao modelo mais rápido com Intel.

A tela Liquid Retina XDR possui mil nits sustentados e 1,6 mil nits de brilho máximo para conteúdos em HDR. Já o conteúdo SDR passa a ser exibido em até 600 nits, 20% mais brilhantes que a geração anterior.

Confira, abaixo, imagens detalhadas do novo MacBook Pro:

Imagem: Divulgação/Apple

Imagem: Divulgação/Apple

Imagem: Divulgação/Apple

Imagem: Divulgação/Apple

Material reciclado

O gabinete dos flagships são feitos de liga personalizada que usa alumínio 100% reciclado e, segundo a Apple, “incrivelmente durável”. Ele possui ainda elementos de terras raras 100% reciclados em todos os ímãs e solda de estanho 100% reciclada e revestimento de ouro em várias de suas placas de circuito impresso.

Os modelos também estão livres de substâncias nocivas, como berílio, retardadores de chama bromados e mercúrio, além de que 100% da fibra de madeira da embalagem dele é reciclada ou vem de florestas responsáveis.

As novidades do MacBook Pro envolvendo a sustentabilidade vêm de encontro com o comprometimento da Apple em ser responsável com o meio-ambiente, firmado com o lançamento do iPhone 15.

Até 2030, a empresa quer ser neutra em carbono em toda sua cadeia de fornecimento de produção e em todos os ciclos de vida de seus produtos (atualmente, ela já é neutra em suas operações corporativas globais).

Preços e disponibilidade

A pré-venda dos MacBooks Pro já está disponível no Brasil, sendo que eles estarão disponíveis a partir de 7 de novembro.

A aquisição dos modelos pode ser feita na loja oficial da Apple, com preços que variam entre R$ 18.499 e R$ 78.498,80, a depender dos adicionais que o comprador quiser inserir, como SSDs, memória unificada, softwares pré-instalados, etc.

Quem comprar qualquer novo modelo do MacBook Pro ganhará três meses de assinatura do Apple TV+.