Dois astronautas da Índia deverão receber treinamento da NASA em 2024 e um deles deverá ser enviado para a Estação Espacial Internacional (ISS) no final do ano, de acordo com anúncio de Bill Nelson, administrador da agência. O objetivo é firmar uma parceria entre a agência estadunidense e a indiana.

Atualmente, Bill Nelson, está em uma viagem de cerca de uma semana na Índia, passando por várias cidades a fim de encontrar com políticos e funcionários da Organização Indiana de Pesquisa Espacial (ISRO) para impulsionar a parceria. Antes disso, as duas agências já tinham feito combinados de cooperação entre si para projetos espaciais futuros, como defesa planetária e esforços relacionados a ISS.

Compromisso realizado por Bill Nelson durante semana na Índia:

  • Em reunião, Nelson encontrou com Jitendra Singh, vice-ministro da Ciência e Tecnologia do país e o parabenizou pelo sucesso da missão Chandrayaan-3 realizada recentemente;
  • Ele também se encontrou com  Rakesh Sharma, o primeiro indiano a ser enviado para a órbita baixa da Terra, em 1984, numa estadia de uma semana na estação espacial soviética Salyut 7;
  • Nelson também deu entrevistas onde anunciou os futuros planos da parceria entre a NASA e a ISRO. 

Agora, a agência espacial americana aguarda apenas a aprovação da ISRO para iniciar os treinamentos dos astronautas indianos. 

publicidade

Seria daqui a um ano. Seria no final de 2024 que o astronauta indiano iria para a estação espacial, provavelmente por duas semanas, e então realizariam experimentos científicos que seriam importantes para a Índia.

Bill Nelson, em resposta a Pallava Bagla da NDTV 

Leia mais:

Outros planos da ISRO para 2024

Além dos dois astronautas selecionados para receber treinamento da agência espacial norte-americana, o país também selecionará outros dois indianos para treinamento no exterior em 2024, de acordo com S. Somanath, presidente da ISRO.

Ainda não se sabe qual tipo de treinamento será realizado pelos astronautas, mas acredita-se que possa ser algo relacionado a pousos lunares tripulados, algo que a Índia pretende fazer até 2040. Apesar dessa dúvida, a Índia e os Estados Unidos já têm um compromisso espacial combinado para o início do próximo ano, o lançamento em conjunto do satélite de observação da Terra, NISAR.