Conforme noticiado pelo Olhar Digital, um projeto desenvolvido pelo Brasil e pela Espanha vai observar milhares de graus quadrados do céu visível a partir da serra de Javalambre, em Aragón, na Espanha, e mapear centenas de milhões de galáxias e estrelas. O objetivo é aumentar a nossa compreensão sobre o Universo – em particular da natureza da energia escura.

O Observatório Astrofísico de Javalambre (OAJ) já começou a coletar os primeiros dados do Javalambre Physics of the Accelerating Universe Astrophysical Survey (J-PAS). 

Sobre o J-PAS:

  • No total, são mais de 250 pesquisadores de 18 países, liderados por Espanha e Brasil;
  • O J-PAS fornecerá um mapeamento tridimensional de grande porte e sem precedentes do Universo nesta década com o JST250, um telescópio de grande campo de visão;
  • O telescópio cobre uma área celeste equivalente aproximadamente a 20 luas cheias;
  • A câmera panorâmica JPCam, que contém mais de 1,2 bilhão de pixels, é atualmente a segunda maior câmera astronômica do mundo, formada por um mosaico de 14 detectores CCDs de 9.200 por 9.200 pixels cada um, sendo efetivamente os maiores CCDs do mundo.

Ficou curioso para saber mais sobre esse projeto tão incrível que tem participação ativa do Brasil? Então, não perca o Programa Olhar Espacial desta sexta-feira (15), que recebe o físico Raul Abramo, graduado pela Universidade de São Paulo e Ph.D. pela Brown University, nos EUA. Atualmente, ele é professor titular no Instituto de Física da USP. 

publicidade
O físico Raul Abramo é o convidado desta sexta-feira (15) do Programa Olhar Espacial. Crédito: Arquivo pessoal

Embora tenha iniciado a carreira em cosmologia teórica, no momento, Abramo trabalha em cosmologia observacional, estando muito envolvido com levantamentos de galáxias e quasares, em particular o experimento J-PAS. Seu principal interesse é testar a cosmologia e a teoria da gravidade por meio de mapas tridimensionais do universo.

Leia mais:

Como assistir ao Programa Olhar Espacial

Apresentado por Marcelo Zurita, presidente da Associação Paraibana de Astronomia – APA; membro da SAB – Sociedade Astronômica Brasileira; diretor técnico da Rede Brasileira de Observação de Meteoros – BRAMON e coordenador nacional do Asteroid Day Brasil, o programa é transmitido ao vivo, todas às sextas-feiras, às 21h (horário de Brasília), pelos canais oficiais do veículo no YouTubeFacebookInstagramTwitter (X)LinkedIn e TikTok, além do canal por assinatura Markket (611-Vivo, 56 -Sky e 692-ClaroTV).