O CEO Elon Musk revelou o Cybertruck pela primeira vez em 2019, alegando que seu corpo de aço inoxidável extremamente duro e vidro de “metal transparente” eram, literalmente, à prova de balas. Anos depois (no final de 2023), os primeiros compradores conseguiram colocar as mãos em suas tão aguardadas picapes elétricas Tesla e puderam confirmar tudo isso.

O design poligonal exclusivo era, desde o início, um dos grandes destaques da “propaganda” toda em cima do veículo. Nesse design, além da resistência extrema, uma espécie de característica 100% “inoxidável” da estrutura parece ter empolgado parte dos interessados.

Leia também:

Conforme traz o The Register, em um fórum de proprietários do Cybertruck, um tópico chamou a atenção. Intitulado “Rust Spots/Corrosion is the Norm”, o autor afima que pontos de ferrugem/corrosão são normais na picape Tesla que ele adquiriu. Algo que parecia contradizer colocações de Musk em 2019 (pelo menos sobre o veículo ser inoxidável, porque à prova de balas, um teste bem legal provou que o Cybertruck é):

publicidade

O inoxidável oxida

O tópico sobre ferrugem/corrosão no Cybertruck gerou revolta, com um usuário do fórum chamando o autor de mentiroso. Outro disse que, se enferrujou, não é aço inoxidável. Porém, o material inox é realmente muito resistente à oxidação, mas não é 100% imune.

Como explica a química Líria Alves, a expressão “aço inoxidável” nos dá uma ideia de um material que não se destrói mesmo quando submetido aos mais violentos abusos. Porém, esse tipo de aço não é eterno, só apresenta uma maior resistência à corrosão quando submetido a um determinado meio ou agente agressivo.

Cuidados do proprietário

Outros tópicos no fórum de proprietários do Cybertruck também vêm apontando para manchas laranja em seus veículos. Em resposta, há usuários dizendo que essas ocorrências podem ser fruto de “poeira ferroviária”, já que certas unidades da picape são transportadas de trem.

Acontece que a própria Tesla informa que o Cybertruck precisa de cuidados em relação à corrosão (e reforça que Musk não fez propaganda enganosa). Em um tópico bem interessante, o autor lembra que o manual da picape orienta a remoção imediata de substâncias corrosivas (e isso inclui graxa, óleo, excrementos de pássaros, resina de árvores, insetos mortos, resíduos industriais e por aí vai). Nos comentários, há até um link para um vídeo no YouTube mostrando produtos recomendados para cuidados com o aço inoxidável do veículo.