Atenta à ascensão do segmento de jogos eletrônicos, a ByteDance, controladora do TikTok, anunciou a compra do estúdio de games Moonton Technology na última segunda-feira (22). Com a aquisição — estimada em US$ 4 bilhões —, o Moonton reforçará a unidade de videogames Nuverse, da ByteDance.

A transação é considerada um reforço “de peso” para a ByteDance. Isso porque o Moonton é responsável pelo game de celular “Mobile Legends” — que já conta com mais de 75 milhões de jogadores ativos no mundo todo. Ou seja, a empresa recém-adquirida será essencial para que a dona do TikTok expanda seus negócios focados no universo gamer.

“Por meio da colaboração entre equipes e aproveitando as lições e percepções de seu rápido crescimento, o Moonton fornece o suporte estratégico necessário para acelerar as ofertas globais de jogos da Nuverse”, reforçou o comunicado da ByteDance.

Celular exibindo o game "Mobile Legends", desenvolvido pela Moonton
Responsável pelo game “Mobile Legends”, Moonton reforçará a unidade de games da ByteDance. Foto: bangoland/Shutterstock

No entanto, de acordo com uma fonte anônima ouvida pela Reuters, um memorando interno de Yuang Jing, CEO do Moonton, teria afirmado que sua empresa atuaria de maneira independente, mesmo após a aquisição.

publicidade

Até o momento, nenhuma informação sobre a atuação entre Nuverse e Moonton foi divulgada.

Leia mais:

Atravessou?

De acordo com outras duas fontes anônimas também ouvidas pela Reuters, a Tencent — uma das principais rivais da ByteDance e responsável pelo sucesso “League of Legends” — teria feito uma proposta para adquirir o Moonton, mas uma nova oferta da controladora do TikTok teria arruinado as negociações.

Procurada, a Tencent disse que não comenta especulações de mercado.

Curiosamente, a Tencent tem acumulado processos contra o Moonton desde 2017. O motivo? A empresa alega que a companhia recém-adquirida pela ByteDance plagiou seu jogo, tendo em vista as diversas semelhanças encontradas em “League of Legends” e “Mobile Legends”.

Em uma dessas ações, inclusive, o Moonton foi obrigado a pagar US$ 2,9 milhões para a Tencent, acusado de infringir direitos autorais.

Fonte: Reuters