EnglishPortugueseSpanish

Levantamento do App Annie Intelligence relata que o mundo gastou US$ 32 bilhões (aproximadamente R$ 160 bi) em compras feitas em aplicativos no primeiro trimestre de 2021. Isso indica um aumento de 40% em relação ao mesmo período do ano passado. Foram US$ 21 bilhões faturados pela Apple e US$ 11 bilhões pela loja da Google.

Esses números ilustram o evidente efeito da pandemia no mercado de aplicativos. Os três primeiros meses de 2020 foram o primeiro período da adoção de medidas restritivas em boa parte do planeta. Em 2021, ainda com o isolamento em vigor, os consumidores se viram cada vez mais obrigados buscarem estímulos internos, como jogos, aplicativos de streaming de vídeo e plataformas de compartilhamento social.

publicidade

Aplicativos de jogos são os campeões em compras

Na loja do Google, as categorias Jogos, Social e Entretenimento tiveram o maior índice de compras trimestre a trimestre. Já entre os usuários de iOS, o topo do ranking de gastos fica com Jogos, Foto e Vídeo e Entretenimento.

Além de ser um jogo em si, 'Roblox' serve de plataforma para desenvolvedores independentes. Roblox Corporation/Divulgação
Roblox foi o app da categoria Jogos mais lucrativo do primeiro trimestre de 2021. Imagem: Roblox Corporation/Divulgação

Como visto, o maior faturamento em compras em aplicativos, de maneira geral é do mercado de games: o gasto total na categoria foi de US$ 22 bilhões de janeiro a março. Enquanto os jogadores de iOS gastaram mais de US$ 13 bihões, os outros US$ 9 foram gastos por usuários do sistema Android. Em 2021, a projeção do mercado de jogos para celular é de US$ 120 bilhões em gastos do consumidor.

Embora o Join Clash 3D seja o campeão de downloads em 2021, até agora, a maior receita no primeiro trimestre foi do Roblox. No Brasil, o jogo com forte apelo entre o público infantil foi o segundo mais lucrativo do ano em 2020, logo atrás de Free Fire.

Na tabela geral das compras em aplicativos, o YouTube é quem lidera o ranking de volume de compras, seguido do TikTok e do app de relacionamento Tinder.

Fonte App Annie News