Dentre tantas ideias de reboot que surgem regularmente em Hollywood, é de surpreender que um sucesso como ‘Tubarão’ (1975) nunca tenha sido revivido em décadas. Aparentemente, não é por desinteresse de executivos dos estúdios, mas pela proteção do diretor original, Steve Spielberg. De acordo com o Deadline, o assunto já foi abordado pela Universal Pictures, que recebeu uma negativa do cineasta.

Leia mais:

publicidade

O Deadline também diz ter consultado pessoas dos bastidores, tanto da Universal quanto da Amblin – empresa de Spielberg -, a respeito do assunto. E, de acordo com a apuração, a proposta de reboot não foi feita recentemente.

Filme de 1975 ajudou a popularizar o mito de que os tubarões-brancos são assassinos vorazes. Crédito: Universal Pictures/Divulgação

Apesar de já ter se disposto a revisitar, de alguma maneira, clássicos de sua carreira, como fez com E.T. – o extraterrestre (1982), que chegou a ser relançado com cenas inéditas até com algumas intervenções de efeitos digitais, Spielberg parece mais inclinado a manter suas obras intocadas. Esse senso de preservação parece ter sido fortalecido ao longo das últimas décadas, ao contrário dos movimentos de seu parceiro de longa data, George Lucas, que revitalizou ‘Star Wars’ de todas as maneiras possíveis.

De qualquer jeito, não é como se ‘Tubarão’ não tivesse sido explorada o bastante nos cinemas. O primeiro filme teve três continuações, todas oscilando entre o mediano e o ruim, lançadas em 1978, 1983 e 1987, respectivamente. Nenhuma das sequências, aliás, teve Spielberg na direção.

Talvez a ressalva de Spielberg quanto a um reboot tenha a ver com o receio de ter uma de suas obras-primas associada a um filme que não esteja à altura do longa original. É interessante observar também que poucas produções do gênero até aqui abordaram a temática de maneira sóbria e aterrorizante como foi feito em ‘Tubarão’.

Mais recentemente, o peixe foi utilizado mais como recurso cômico e de exagero, a exemplo de títulos como ‘Megatubarão‘ (2018), a franquia iniciada em ‘Sharknado’ (2013) e a série ‘Ataque do tubarão de 2 cabeças’ (2012) e suas inacreditáveis continuações: ‘Ataque do tubarão de 3 cabeças’ (2015), ‘Ataque do tubarão de 5 cabeças’ (2017) e ‘Ataque do tubarão de 6 cabeças’ (2018). Por esse lado, talvez Spielberg esteja com a razão.

Via: Bloody Disgusting

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!