Minecraft‘, o jogo sandbox incrivelmente adequado para crianças, foi estranhamente agredido com uma classificação etária exclusiva para adultos na Coreia do Sul. E, acredite: isso não se deve ao conteúdo do próprio game ou alguma restrição às crianças de fato…

O impedimento bizarro se resume à uma legislação do país conhecida como “lei da Cinderela”, que proíbe qualquer criança ou adolescente que queira jogar com os amigos até “altas horas da manhã”. Ou seja, o decreto em vigor desde 2011 impede qualquer pessoa com menos de 16 anos de jogar videogames on-line entre meia-noite e 6h da manhã.

Conheça também as melhores skins para Minecraft!

publicidade
'Minecraft': jogo é classificado para +18 na Coréia do Sul; entenda. Imagem: Mojang Studios/Reprodução
‘Minecraft’: jogo é classificado para +18 na Coréia do Sul; entenda. Imagem: Mojang Studios/Reprodução

O problema em toda a situação refletiu na atual obrigatoriedade de possuir uma conta ativa na Xbox Live para jogar ‘Minecraft’, algo recomendado apenas a pessoas com, pelo menos, 19 anos de idade. Isso não havia afetado o game até agora, já que os jogadores faziam login com a conta feita nos servidores da Mojang, desenvolvedora do título, que não requeria verificação de idade.

Só que isso mudou. Em dezembro de 2020, o site oficial de ‘Minecraft’ avisou os jogadores que eles precisariam começar a entrar obrigatoriamente com uma conta do Xbox Live para acessar o game. A migração começou como algo voluntário, porém em março, um aviso adicional apareceu especificamente para os usuários sul-coreanos informando que “qualquer pessoa que desejasse comprar o jogo precisaria ter 19 anos de idade ou mais”.

Portanto, embora o título atualmente tenha uma classificação etária para “maiores de 12 anos” no Comitê de Administração e Classificação de Jogos do país, o login obrigatório do Xbox Live exige a classificação para mais de 19 anos.

Avisa para jogadores sul-coreanos afirma que 'Minecraft' está classificado como título para adultos. Imagem: Mojang/Reprodução
Avisa para jogadores sul-coreanos afirma que ‘Minecraft’ está classificado como título para adultos. Imagem: Mojang/Reprodução

Compreensivelmente, muitos jogadores coreanos estão chateados com a situação. Uma petição no site oficial do governo acumula mais de 90 mil assinaturas e solicita que a Coreia do Sul se livre da “lei Cinderela” e da restrição inadvertida ao ‘Minecraft’.

“A [lei] finalmente se estendeu ao ‘Minecraft’, que é considerado o epítome dos jogos educativos e criativos”, diz a petição. “A Coreia se tornará [o único mercado de jogos] onde o ‘Minecraft’ será classificado como um jogo adulto”.

A petição prossegue afirmando que a “lei do toque de recolher é desnecessária” e “desconsidera os benefícios que os jogos podem ter para os jovens”. Além disso, o documento alega que a lei “é fácil de ser contornada pela maior parte do público infantojuvenil”. Questionada, a Microsoft ainda não se manifestou sobre a situação.

Leia mais:

Fonte: PC Gamer (via GamesIndustry.biz)

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!