Alguns motoristas de veículos da Tesla já usam a versão beta do sistema autônomo Full Self-Driving (FSD). Agora, a montadora de carros elétricos disponibiliza o recurso eletrônico de assistência ao motorista em forma de assinatura. E não é nada barato.

Carros equipados como piloto automático básico devem pagar US$ 199 (R$ 1.045, na cotação desta segunda-feira, 19) por mês, enquanto o sistema melhorado tem a assistência por US$ 99 (cerca de R$ 520). A assinatura pode ser cancelada a qualquer momento.

publicidade

Leia mais:

A assinatura, porém, só é elegível para aqueles automóveis da Tela com pelo menos a versão 3.0 do chip de computador FSD, lançado na metade de 2019. O hardware necessário para o sistema autônomo é padrão nos carros da companhia desde 2016. Contudo, os mais antigos têm chips desatualizados.

Como votar no Olhar Digital no segundo turno do Prêmio Influency.me

Para trocar a peça por uma mais atual, o proprietário de um carro da Tesla precisa desembolsar US$ 1,5 mil (R$ 7,8 mil). O sistema Full Self-Driving definitivo custa US$ 10 mil (R$ 52,5 mil).

Tesla diz a regulador que carros totalmente autônomos podem não estar prontos até o final do ano. Imagem: Reprodução/Youtube
A Tesla alerta, porém, que os sistemas autônomos precisam de supervisão constante do motorista. Imagem: Reprodução/Youtube

Todos os carros da Tesla saem de fábrica com o piloto automático, que já tem uma assistência ao motorista semiautônoma. Já o FSD conta com uma autonomia mais avançada, incluindo a capacidade de ultrapassar outros veículos mais lentos em rodovias, reagir aos semáforos e outros sinais de parada e ainda lidar com alguns tipos de estacionamento.

Com o FSD, o motorista também pode chamar o carro em estacionamentos, mas é preciso permanecer “à vista” do veículo. Vale ressaltar que a Tesla alerta os motoristas que tanto o piloto automático padrão como o FSD precisam de monitoramento constante, afinal podem cometer erros e o motorista segue como responsável final.

A versão 9 do FSD começou a ser enviada para os motoristas de carros da Tesla neste mês de julho.

Via: Motor Authority

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!