Nesta terça-feira (20), às 10h da manhã, pelo horário de Brasília, aconteceu o lançamento da nave New Shepard, da Blue Origin, levando o CEO da companhia, Jeff Bezos, a uma altitude de 100 km acima da superfície terrestre — atingindo a borda do espaço internacionalmente acordada, a Linha de Kármán, usada para definir o limite entre a atmosfera da Terra e o espaço exterior.

Mas a definição de “voo espacial” varia com o interlocutor, algo de que o CEO da SpaceX (e famoso tagarela) Elon Musk, está se aproveitando para se divertir às custas do rival — uma rixa de longa data, que não deve acabar tão cedo.

publicidade

Musk passou o fim de semana saboreando memes que zombaram do plano de voo de Bezos. Uma piada em particular provocou uma reação de Musk: um meme com tema “Guerra nas Estrelas” de quatro painéis com Musk e Bezos conversando sobre este “indo para o espaço”. No Twitter, o debochado bilionário respondeu com uma gargalhada.

A ironia de Musk tem uma justificativa. Embora a Blue Origin realmente tenha levado Bezos para o grande passeio de sua vida até a Linha de Kármán, a fronteira entre o espaço e a atmosfera da Terra, o foguete New Shepard não é capaz de colocar sua cápsula em órbita do planeta, que é o que vem à mente da maioria das pessoas quando o assunto é “viagem ao espaço”.

Em termos simples: o New Shepard embarcou em uma missão suborbital, não orbital. Isso o diferencia da SpaceX, que agora envia regularmente astronautas e cargas até a Estação Espacial Internacional (ISS), em órbita da Terra.

Leia mais:

Elon Musk tem longo histórico de deboche com Bezos 

Em 2019, Elon Musk zombou da proposta de sonda Blue Moon, da Blue Origin, chamando-a de “Blue Balls” em um Photoshop bruto. “Oh, pare de provocar, Jeff”, Musk escreveu na legenda na época.

Neste ano, as tiradas continuam fortes. Em abril, Musk zombou de Bezos por não ser capaz de “subir” adequadamente. Na época, a Nasa havia escolhido a SpaceX, e somente ela, para um contrato altamente cobiçado para construir uma sonda lunar capaz de pousar os primeiros astronautas na Lua desde as missões Apollo.

Tanto a Blue Origin quanto a concorrente Dynetics protestaram contra a decisão e o contrato foi suspenso.

Obviamente, a SpaceX tem uma grande vantagem na competição. A indústria do turismo espacial está apenas no aquecimento, com várias empresas oferecendo seus — embora extremamente caros — serviços para levar os ultra-ricos até os limites do espaço.

Se a zombaria e as piadas são corretas, certamente é digno de debate. Mas, pelo menos por enquanto, Musk aproveita para ridicularizar seus concorrentes — ou “discípulos”.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!