Depois de muita expectativa e especulação, a Samsung finalmente anunciou a terceira geração do dobrável Galaxy Z Fold durante um evento nesta quarta-feira (11). Além dos saltos tecnológicos “de praxe” entre gerações de um dispositivo, o aparelho traz uma característica importante para os fãs da marca: o suporte à caneta S-Pen.

A estrela do Galaxy Z Fold 3 é a tela interna, um painel dobrável Dynamic AMOLED de 7,6″ e atualização a 120 Hz, protegido por vidro Gorilla Glass Victus, da Corning. A tela frontal, de 6,2″, também terá atualização a 120 Hz e proteção com Gorilla Glass Victus.

publicidade
Galaxy Z Fold 3 aberto numa mesa, com a S-Pen
Galaxy Z Fold 3. Imagem: Samsung

Na traseira do aparelho há um conjunto triplo de câmeras, todas com sensor de 12 MP: uma lente primária (wide), uma ultra-wide e uma telefoto (zoom). A câmera principal é capaz de gravar vídeos em resolução 8K. Para selfies, há uma câmera com sensor de 4 MP debaixo da tela interna, com pixels “grandes” de 2 micrômetros. Já a tela frontal tem outra câmera para selfies, com sensor de 10 MP acomodado em um “buraco” no topo.

Samsung e Xiaomi são as primeiras grandes fabricantes a colocar no mercado um smartphone com câmera debaixo da tela, um sinal de maturação da tecnologia que, no passado, foi criticada pela baixa qualidade de imagem na área da tela sobre a lente e pelas fotos “enevoadas”. 

O processador é um SoC (System on a Chip) Octa-Core produzido com um processo de 5 nm, rodando a até 2,8 GHz e acompanhado por 12 GB de RAM e 256 GB ou 512 GB de memória interna. A bateria de 4.400 mAh suporta carregamento rápido com fios a 25 Watts, carregamento sem fios a 10 Watts, e carregamento reverso (onde o smartphone recarrega os acessórios, como os fones Galaxy Buds 2) a 4,5 Watts.

Leia mais:

Segundo a Samsung, o Galaxy Z Fold 3 custará, no exterior, a partir de US$ 1.799 (R$ 9.300, em conversão direta), e estará em pré-venda a partir de 11 de agosto, com entregas a partir de 27 de agosto. Repetindo a estratégia da Apple, que também foi adotada no Galaxy S21, o Z Fold 3 não inclui um carregador na caixa. Dentro dela o usuário irá encontrar apenas o aparelho, cabo de dados, ferramenta para remoção do SIM Card e um guia rápido de uso.

S Pen para todos

Antes uma “marca registrada” da linha Galaxy Note, a S Pen está sendo integrada a um número cada vez maior de produtos da Samsung, como os smartphones Galaxy S21 Ultra, o tablet Galaxy Tab S7 e agora ao Galaxy Z Fold 3.

Caneta S-Pen fica abrigada em um slot na capa do Galaxy Z Fold 3. Imagem: Samsung
Caneta S-Pen fica abrigada em um slot na capa do Galaxy Z Fold 3. Imagem: Samsung

Recentemente, o Presidente e líder de Negócios de Comunicações Móveis da Samsung, TM Roh, declarou em um artigo que a empresa não pretende lançar um novo Galaxy Note neste ano, preferindo levar os recursos da linha a mais aparelhos: “Desta vez, ao invés de revelar um novo Galaxy Note, iremos ampliar ainda mais os recursos do Note para mais dispositivos Samsung Galaxy”.

Entre estes recursos está uma nova versão da S Pen “projetada especificamente para smartphones dobráveis”. A nova S-Pen tem uma ponta macia de borracha e uma mola interna que age como “limitador de força”, para evitar que a caneta danifique a tela interna. A caneta está disponível em duas versões, S Pen Fold Edition e S Pen Pro

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!