A Micro Mobility Systems apresentou na IAA Mobility 2021 o seu minúsculo Microlino 2.0, um simpático carrinho elétrico de dois lugares. Esta é a versão de produção em série do veículo que traz um design semelhante ao icônico microcarro dos anos 1950, o Isetta.

Microlino 2.0 com a porta aberta
Divulgação/Micro Mobility Systems

(No Brasil, veio com o nome Romi-Isetta; Romi sendo uma indústria do interior de São Paulo que ganhou a licença no Brasil.)

publicidade

O Microlino 2.0 não possui portas laterais. Em vez disso, há uma única porta frontal que permite aos ocupantes entrarem e saírem do veículo de quatro rodas pela frente. O veículo traz um estilo moderno, apesar de oferecer uma série de opções de cores com charme retrô de dois tons.

Leia mais:

Xiaomi lança mini PC do tamanho de um cubo mágico
Pequeno e valente: mini robô inspirado em besouros vai parar no Guiness Book
Mercedes-Benz revela versão de carro elétrico quadradão

imagem do carrinho inteiro na cor verde e preta
Divulgação/Micro Mobility Systems

Foram aproximadamente cinco anos desde o início dos projetos até esta versão ser apresentada para uso em estradas públicas na Europa. Mais de 24 mil pessoas fizeram reservas para o pequeno e elétrico Microlino 2.0. No ano passado, falamos um pouco sobre ele aqui.

Minúsculo, mas nem tanto

pessoa dirigindo o carrinho elétrico
Divulgação/Micro Mobility Systems

O carrinho foi projetado principalmente como um veículo urbano. Ele tem uma velocidade máxima de 90 km/h e um motor de 19 kW (que são cerca de 25 HP). De espaço, o Microlino 2.0 possui 230 litros de armazenamento no porta-malas. Apesar de sua aparência bastante pequena, é mais do que oferece um Mobi, por exemplo.

A Micro anunciou que seu pequeno veículo estará disponível em três modelos no lançamento. Os dois primeiros são o Urban, mais básico, com 6 kWh de bateria, e o Dolce (10,5 kWh), que adota a barra de luz LED dianteira e traseira e oferece duas opções de acabamento interno com tecido premium e materiais de couro vegan.

parte interna do veículo da Mico Mobility
Divulgação/Micro Mobility Systems

O Competizione deverá oferecer uma bateria maior (14 kWh), além de outras características mais acima do padrão. Porém, este modelo não estará disponível antes de julho de 2022. Respectivamente, a autonomia dos modelos do Microlino 2.0 são de 95, 175 e 230 km.

O preço de saída do carro permanecerá em 12.500 Euros (aproximadamente R$ 76.523 hoje, desconsiderando diferenças de impostos e taxas). O valor médio vai ser mantido apesar de um aumento nos custos de fornecimento de materiais, componentes e frete no último ano de desenvolvimento.

Microlino 2.0 carregando
Divulgação/Micro Mobility Systems

A produção está programada para começar ainda este ano em Torino, na Itália. A Micro espera começar com uma capacidade de produção de cerca de 7.500 veículos anualmente e espera aumentar esse volume com o tempo.

Um triciclo engatilhado

Scooter da Micro Mobility Systems
Divulgação/Micro Mobility Systems

Além da Microlino 2.0, a empresa apresenta sua scooter elétrica Microletta, com duas rodas dianteiras que se inclinam nas curvas, proporcionando uma experiência de condução semelhante a uma motocicleta de duas rodas, mas com a estabilidade adicional de uma de terceira roda.

A Microletta é apenas um conceito de design neste momento, mas pode se tornar um produto completo assim que a empresa tiver alcançado um desenvolvimento de produção necessário. Com a velocidade máxima da scooter de 80 km/h e alcance de 100 km, não é de se admirar que mais de 5 mil pessoas já tenham se inscrito para reservar uma scooter, caso ela chegue à produção.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal.