A última segunda-feira (4) ficou marcada por uma pane no WhatsApp e nas redes do Facebook durante toda a tarde. Com isso, muitos usuários dessas plataformas buscaram alternativas para se comunicar e o Telegram acabou sendo a principal delas.

Pavel Durov, CEO e fundador do Telegram, disse que o app de mensagens recebeu mais de 70 milhões de usuários durante o período em que as outras redes ficaram inacessíveis. O número foi o recorde absoluto de registro de contas em um único dia no serviço.

publicidade

Telegram com recorde de usuários

O executivo ainda disse que devido a alta demanda inesperada, a plataforma pode ter apresentado instabilidade para alguns usuários. Como foi relatado pelo Olhar Digital. “Alguns usuários nas Américas podem ter experimentado uma velocidade mais lenta do que o normal, já que milhões de usuários desses continentes correram para se inscrever no Telegram ao mesmo tempo”, disse Durov.

O Telegram já havia sido refúgio de usuários com problemas no WhatsApp anteriormente, mas isso nunca havia ocorrido de uma forma tão massiva, já que geralmente as quedas no aplicativo do Facebook são resolvidas em poucos minutos. Aqui no Brasil, um movimento parecido ocorreu em 2015, quando a justiça chegou a pedir o bloqueio do WhatsApp em três algumas ocasiões. No entanto, isso não foi algo global como no caso de ontem.

Após a queda, por volta das 19hrs (horário de Brasília) os serviços foram restabelecidos. “Nossas equipes de engenharia aprenderam que as alterações de configuração nos roteadores de backbone que coordenam o tráfego de rede entre nossos data centers causaram problemas que interromperam a comunicação. Essa interrupção no tráfego de rede teve um efeito cascata na maneira como nossos data centers se comunicam, interrompendo nossos serviços”, disse o Facebook.

Leia mais!

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!