A IBM, que vai tentar atravessar o Atlântico com o seu navio autônomo, anunciou na última quarta-feira (13) um novo plano global que visa capacitar 30 milhões de pessoas em diversas habilidades necessárias para os “empregos do futuro” até 2030.

Para alcançar essa meta, a empresa norte-americana firmou mais de 170 alianças com instituições acadêmicas. No Brasil, a IBM fechou uma parceria com a Prefeitura de Santa Maria (RS) — vale lembrar que a gigante da tecnologia fechou o último trimestre com novo recorde de receita.

publicidade

A ideia é impulsionar os programas de desenvolvimento de carreira existentes da IBM, expandindo o acesso à educação. Arvind Krishna, CEO e Chairman da IBM, afirma que o talento “está em todo lugar”, já as “oportunidades de treinamento não”: “É por isso que precisamos dar passos grandes e significativos para expandir o acesso às habilidades digitais e oportunidades de emprego”.

O CEO acrescenta que a iniciativa também “ajudará a democratizar as oportunidades” e dará às novas gerações “as ferramentas que precisam para construir um futuro melhor”.

Vale lembrar que o mercado na América Latina foi uma das regiões mais impactadas em função da pandemia, o que levou ao afastamento de milhões de pessoas do trabalho. Muitos, inclusive, desistiram de procurar emprego por conta da falta de oportunidades — segundo a International Labor Organization, a taxa regional de desemprego está em 11%.

Mulher estudando no computador. IBM se compromete a capacitar 30 milhões de pessoas até 2030
Uma das metas do programa da IBM é mobilizar o setor privado para abrir caminhos também para comunidades sub-representadas e historicamente desfavorecidas. Imagem: Fizkes/Shutterstock

O plano de educar 30 milhões de pessoas foi desenvolvido baseado na ampla gama de programas da companhia, e inclui colaboração com universidades e entidades governamentais, incluindo agências de emprego. 

As colaborações também envolvem ONGs voltadas para jovens e mulheres carentes. De maneira geral, a meta é mobilizar o setor privado em todo o mundo para abrir caminhos também para comunidades sub-representadas e historicamente desfavorecidas.

Leia mais:

Transformação digital já está em curso

Segundo Martin Sundblad, da empresa de consultoria IDC, a chamada transformação digital chegou a tal ponto em que já “alcança todos os processos, funções e trabalhos”, com isso a necessidade de treinamento “torna-se imprescindível”. 

“O desenvolvimento de skills digitais é agora um requerimento para todo o sistema de ensino. O programa da IBM tem o tamanho e o alcance que darão suporte a essa transição”, acrescenta.

Sobre o programa, Jorge Cladistone Pozzobom, prefeito de Santa Maria (RS), afirma que a colaboração com a IBM vai auxiliar no desenvolvimento de “práticas de aprendizagem e educação” para preparar cada vez mais os “jovens para o mercado de trabalho, contribuindo com uma sociedade mais inclusiva e preparada para as demandas do futuro”. 

Créditos da imagem principal: JuliusKielaitis/Shutterstock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!