A arma cenográfica que foi acidentalmente disparada pelo ator Alec Baldwin nas gravações do filme ‘Rust’ tinha uma munição de verdade dentro. A informação foi divulgada pelo sindicato Aliança Internacional de Teatro e Funcionários de Palco (Iatse, na sigla em inglês) da região. Nesta quinta-feira (21), o tiro matou a diretora de fotografia e cinegrafista Halyna Hutchins e feriu o diretor Joel Souza no set.

Em comunicado aos sindicalizados, a Iatse informou ainda que os adereços, decoração de cenário, efeitos especiais e construção no filme foram realizadas por integrantes da produção de ‘Rust’, não por membros do sindicato. O acidente aconteceu na gravação de uma cena do longa independente, que acontece no estado norte-americano do Novo México.

publicidade

Leia mais:

“Um único tiro de verdade foi disparado acidentalmente no set pelo ator principal, atingindo a diretora de fotografia Halyna Hutchins, membro do sindicato, e o diretor Joel Souza. Ambos foram levados às pressas para o hospital. Infelizmente, perdemos a irmã Hutchins, que faleceu com o ferimento”, diz o comunicado da Iatse.

Mais uma vez, o sindicato destacou que o que aconteceu foi um acidente. Não havia membros do sindicato na folha de presença no dia. “Em nome dos dirigentes, da diretoria executiva e da equipe regional, nossos pensamentos e orações vão para Halyna e sua família. Também enviamos bons pensamentos para Joel e sua família para uma recuperação completa”, conclui a nota.

O filme ‘Rust’ está sendo rodado no Bonanza Creek Ranch, local popular de produção no sul da cidade de Santa Fé. Alec Baldwin, além de estrelar o filme, é um dos produtores. Ele prestou depoimento à polícia local após o acidente, muito abalado.

Halyna Hutchin veio a falecer após o acidente. Imagem: Instagram / Reprodução

As vítimas foram brevemente socorridas. Hutchins, de 42 anos, foi transportada de helicóptero para o Hospital da Universidade do Novo México, em Albuquerque, e morreu lá. Já Souza, 48, foi levado de ambulância ao Centro Médico Regional Christus St. Vicent, em Santa Fé. Ele recebeu atendimento de emergência e posteriormente teve alta.

A divisão nacional dos Estados Unidos da Aliança Internacional de Teatro e Funcionários de Palco também se pronunciou sobre o acidente. “Toda a nossa aliança lamenta essa perda indescritível com a família, os amigos e a equipe de ‘Rust’ e de Halyna. Estamos ativando nossas parcerias em toda a indústria para fornecer suporte e recursos para nossas irmãs, irmãos e parentes”, destacou.

“Criar uma cultura de segurança requer vigilância implacável de cada um de nós, dia após dia. Por favor, se você ver algo, diga algo. Se você se sentir inseguro no set por qualquer motivo, incluindo assédio, entre em contato por meio da Linha Direta de Segurança ou usando nosso aplicativo de informações de segurança”, diz o comunicado.

Via: Variety

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!