A “TRUTH Social”, a rede social do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, nem sequer entrou em fase de testes direito e já foi alvo de um defacement — uma depredação virtual.

O endereço, que estava fechado, recebeu um acesso de um usuário que criou a conta “donaldjtrump” e publicou na linha do tempo a imagem de um porco defecando, de acordo com o Washington Post.

publicidade

A rede social, que deveria ser o parquinho particular de Donald Trump após seu banimento em massa da maioria das plataformas, estava prevista para inauguração em 2022, com a abertura do beta em novembro deste ano. O ex-presidente foi banido por fomentar a insurreição que levou ao ataque ao Capitólio no dia 6 de janeiro.

Em seu anúncio de publicação, a equipe responsável alega que o movimento é uma espécie de contra-corrente para enfrentar “as Big Techs do vale do Silício, que usaram seus poderes unilaterais para silenciar vozes opositoras na América.”

Nova rede social de Trump é um clone do Twitter

De acordo com as imagens de modelo na loja da Apple, a TRUTH Social é um clone do Twitter. Os usuários da rede social de Donald Trump publicarão suas “TRUTHS” (“VERDADES”) e podem dar “RE-TRUTHS” (“RE-VERDADEAR[?]”) nas mensagens ao redor, tal qual na ex-favorita. O próprio feed de publicações e notificações é similar ao do passarinho azul.

A TRUTH Social é programada em Mastodon, uma linguagem de código aberto que, segundo o fundador, Eugen Rochko, pode ser usada gratuitamente — desde que se conceda os créditos de autoria. Em entrevista à Vice, o desenvolvedor afirma que não recebeu crédito algum da Trump Media & Technology Group.

O grupo de Trump afirma que a TRUTH Social é uma rede para que “famílias com opiniões variadas” consigam “se reunir e se divertir”. Os termos de serviço afirmam também que é proibido o abuso de publicações totalmente escritas em caixa-alta, o que é uma regra estranha de se ter quando o próprio ex-presidente era entusiasta de escrever desta maneira.

Ainda não há previsão se a rede social de Donald Trump terá distribuição global ou chegada ao Brasil.

Imagem: Drop of Light/Shutterstock

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!