A Adobe vai reforçar a segurança de uma das suas ferramentas mais populares com um novo recurso. A novidade visa, dentre outros, ajudar a autenticar NFTs (tokens não fungíveis). Se trata do Content Credentials (credenciais de conteúdo em tradução livre).

Ainda em fase de testes, o Photoshop será contemplado com a integração de carteiras digitais e credenciais atreladas ao ativo digital. Com isso, colecionadores e artistas que costumam investir no criptoativo podem evitar falsificações confirmando a “identidade” de um NFT.

publicidade

O recurso, inclusive, já está funcionando em alguns marketplaces de tokens não fungíveis.

Por ora, a novidade funciona apenas com dois formatos de arquivo: o JPG e o PNG. A expectativa é que esse suporte seja ampliado para mais extensões no futuro.

Como funciona o Content Credentials

Segundo a página do recurso, o Content Credentials funciona assim: a ferramenta reúne as edições, atividades e informações associadas a um projeto de NFT feito no Photoshop. Esses detalhes vão funcionar como uma prova no futuro contra uma possível violação de direitos autorais.

A ferramenta também pode compartilhar informações relacionadas à identidade de um criador, além de fornecer as credenciais de um arquivo para o público interessado em comprar um NFT em uma casa de leilão virtual, por exemplo.

Vale ressaltar que o uso desse recurso vai além do mercado de NFTs. Segundo a Adobe, a novidade também pode ser utilizada para o mesmo fim em outros nichos, como jornalismo, fotografia e criação de conteúdo visual. 

Leia mais:

O que são NFTs?

CryptoPunks são tokens não fungíveis (NFTs). Um tipo especial de token que representa algo único
Composto por dez mil imagens de personagens digitais, os CryptoPunks foram um dos primeiros tokens não fungíveis do mercado. Imagem: Rokas Tenys/Shutterstock

De forma resumida, NFTs são tokens gerados a partir de uma blockchain. Esse ativo serve para dar a um item específico uma identidade única, que funciona como uma espécie de selo oficial de item raro. Para saber mais, confira o nosso conteúdo sobre o tema.

Créditos da imagem principal: Daniel Constante/Shutterstock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal.