O primeiro filme da trilogia ‘Matrix’ foi lançado há 22 anos, mas ainda traz informações novas. Naquele longa de 1999, por exemplo, o roteiro original escrito pelas irmãs Lana e Lilly Wachowskis incluía uma personagem transexual. As duas cineastas, que são mulheres trans, ainda não haviam feito a transição de gênero naquela época.

‘Matrix’ sempre recebeu atenção não só pelas cenas de ação, mas por como aborda tópicos filosóficos, de religão à consciência. Foi só quando as duas falaram publicamente sobre suas identidades de gênero que revelaram também as questões do filme que envolviam a transexualidade.

publicidade

Leia mais:

E isso incluía uma das integrantes da tripulação da nave Nabucodonosor, capitaneada por Morpheus, interpretado por Laurence Fishburne. A personagem era Switch, escrita originalmente como uma mulher transexual no primeiro esboço do roteiro do filme.

Ela era uma das duas únicas mulheres a bordo da nave. É ela quem leva Neo para encontrar Morpheus, quando esse último oferece a escolha ao personagem de Keanu Reeves em forma de pílulas, uma azul e uma vermelha. Com Neo aceitando a vermelha e indo para o mundo real, é possível ver como Switch e Apoc trabalhavam juntos nas missões e foram, em seguida, mortos por Cypher, outro tripulante.

Switch - Matrix
Switch (E) foi interpretada por Belinda McClory no primeiro ‘Matrix’. Imagem: Warner/Reprodução

A personagem era uma das que mostravam as distinções entre a Matrix e a realidade. Em entrevista à BBC News, Lilly Wachowski explicou que Switch (que significa literalmente “trocar”, em português) seria interpretada por dois atores, sendo um homem no mundo real e uma mulher dentro da realidade artificial.

“Sim, [‘Matrix’] é uma alegoria trans – foi escrito por duas mulheres trans no armário. Como não seria?”, questionou Lilly, em outra entrevista. A identidade original de Switch era importante para o filme, pois a representatividade trans quase não existia na indústria cinematográfica naquela época, o que dizer então de uma heroína trans?

Infelizmente, de acordo com o site IMDb, a Warner Bros. escalou apenas a atriz Belinda McClory para interpretar Switch, modificando o roteiro de modo que ela interpretasse a personagem nos dois mundos. Para tentar, ao menos, deixar um pouco da identidade original, a tripulante da Nabucodonosor recebeu uma aparência meio andrógina.

Via: CBR

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!